Papoilas Saltitantes
29
Mai

2013

Uma Final Europeia, Pt. 1

Por Tiago Quartilho

 
Agora que já passaram os dias de luto necessários, penso que está na altura de escrever sobre a final da liga europa. Optei por um formato um pouco diferente, mas que penso que pode mostrar melhor os diversos estados de espírito por que passei naqueles dias.
 
Por motivos pessoais/familiares, a marcação da viagem para Amsterdam foi feita muito em cima da hora, e já não existiam muitas alternativas a preços aceitáveis. Por essa razão a viagem reservada foi na Rumbo com o percurso Lisboa-Milão-Amesterdão na véspera do jogo (14/05) e regresso directo para Lisboa no sábado seguinte (18/05). A estadia estava combinada em casa de um amigo que vive em Delft.
 
Vou tentar fazer um resumo cronológico destes dias de viagem, festa, jogo, pós-jogo, dia seguinte, regresso, etc... Tentarei ser o mais fiel possível ao que vi e senti, evitando o revisionismo histórico tão habitual no nosso país.
 
 
14-Maio
 
07:30 – Hora combinada em minha casa para seguirmos para o aeroporto, visto que o voo para Milão é às 9:00, com chegada à hora de almoço tendo de seguida 5 horas para almoçar uma verdadeira pizza e dar uma volta pela cidade até à hora marcada do voo para Amesterdão.
 
07:45 – Chegada ao aeroporto de Lisboa, e primeiro momento em que sentimos que os próximos dias podem ser especiais. Aeroporto todo vestido de vermelho e branco, com 2 charters da Benfica Viagens com saída agendada para essa manhã.
 
07:55 – Balcão de Check-In da TAP (voo da Al Italia vai ser operado pela TAP). Afinal o vermelho e branco que se via no aeroporto não era apenas devido aos charters da Benfica Viagens. Todos os balcões têm adeptos equipados à Benfica, independentemente da transportadora aérea ou destino (Madrid, Barcelona, Sevilha, Paris, Berlim, Munique, Amesterdam, Colónia, Milão foram os destinos que apontei).
 
08:05 – Chega a nossa vez. Entregamos o código da reserva e os documentos de identificação. Não temos bagagem de porão para facilitar a viagem e diminuir os tempos em aeroportos. E então:
 
TAP – Não tenho aqui esta reserva
NÓS – ?!????  Mas temos o código de reserva e confirmámos no checkmytrip que estava tudo ok.
TAP – Hmmm… A vossa reserva foi cancelada pela agência de viagens.
NÓS – O quê??????????????
TAP – Dirijam-se rapidamente ao balcão do apoio ao cliente da TAP, para tentarem resolver a situação nos próximos minutos.
 
Vamos até ao balcão do apoio ao cliente, esperamos pela nossa vez enquanto ligamos para o apoio ao cliente da Rumbo. Só abre às 9:00...
 
Quando chega a nossa vez, uma velha passa à frente de toda a fila de clientes à espera e pergunta porque está atrasado o voo dela, que era só às 13:00. Quando estamos prontos para espancar até à inconsciência a velha, ela lá abandona o balcão e conseguimos falar com o apoio ao cliente da TAP (a partir de agora, chamado de AC).
 
08:25 – Apoio ao cliente da TAP
 
NÓS – Bom dia, o que se passou foi ...(descrição da situação)...
AC – Deixem-me adivinhar. Iam pela Rumbo?
NÓS – !!??
AC – É só porque já são os décimos clientes que atendo só hoje com essa situação através da Rumbo. Deviam ligar para eles.
NÓS – Já tentámos. O apoio ao cliente só abre às 9:00
AC – Deixe-me ver o que consigo fazer pela TAP. Tenho aqui saída hoje, regresso na 5ª feira, ambos os voos directos, 600€.
NÓS – Deixe estar, obrigado.
 
09:00 – De regresso a casa, para tentar descobrir na internet, que alternativas ainda existem. Na pior das hipóteses, temos de sair à hora de almoço de Lisboa para fazer os 2400Km de carro e chegar à hora do jogo. 
 
09:45 – Entro em contacto com um amigo meu que trabalha numa agência de viagens e que tinha charters para o jogo a perguntar se ainda existem lugares disponíveis. Ele fica de me dar uma resposta até às 11:00.
 
11:30 – Após uma série de pesquisas a partir de Lisboa, Porto, Faro, Madrid, com 1 escala, com 2 escalas, com escalas de mais de um dia no regresso, descobrimos uma opção a preços aceitáveis e sem escalas com regresso na 6ª feira de manhã. A única desvantagem é que a saída (e regresso) é do aeroporto de Sevilha às 20:00. Feitas as contas, mesmo com os 500Km de carro entre Lisboa e Sevilha, era sem dúvida a melhor opção disponível, e bastante mais em conta que o Charter.
 
11:45 – Como a viagem reservada na Rumbo tinha sido “paga” e esse valor estava cativo na minha conta, havia o problema do pagamento destes dois novos voos. Desbloqueada esta situação com a criação de dois novos MBNet, avisei o meu colega que não iríamos no charter (afinal havia ainda lugares). Com voo às 20:00 de Sevilha (nossas 19:00) decidimos sair de Lisboa logo após o almoço para termos alguma margem de tempo para qualquer (novo) imprevisto.
 
14:00 – Saída de Lisboa com destino a Sevilha.