Papoilas Saltitantes
02
Fev

2015

Declaração de Princípios

Por Ricardo Rodrigues Rocha

 

Nesta minha primeira contribuição aqui no 11 (desde já agradeço o convite), achei por bem começar por uma "declaração de princípios", no fundo, algo similar às declarações de interesses na política, para que os "meus" leitores possam saber ao que venho e com o que podem contar...

Vamos a isso:

1º Sou Benfiquista. Obviamente, mas não sou daqueles Benfiquistas "do contra", daqueles que estão sempre insatisfeitos, que assobiam o jogador A ou B da própria equipa, que estão sempre em desacordo com o treinador (seja ele qual for), que nunca concordam com o 11 inicial, com as substituições, ou com a opção do jogador XPTO naquela jogada em que rematou mas "devia era ter passado a bola ao outro que estava sozinho". Não gosto de ser do contra, gosto de ser a favor... defeito ou feitio, é o que é.

Não falo de árbitros e arbitragens não me interessam e não lhes dou importância. Escusam os rivais de virem já dizer que não falo por causa do "colinho" e não sei quê...não falo porque acho que o jogo é muito mais (e que mais) do que aqueles quatro senhores.

Não falo, porque tenho uma teoria muito simples e que serve de guia para a minha visão do jogo. Para mim, os árbitros em Portugal são fracos, na sua maioria incompetentes e sem nível para uma liga profissional do Top 10 Europeu.

Não alinho em grandes teorias conspirativas, não sei o nome de nenhum árbitro assistente (verdade), sei o nome dos árbitros principais mais conhecidos (Pedro Proença e tal), não coleciono erros num caderninho, nem sei dizer se o árbitro que nos apitou contra o Boavista nesta jornada nos prejudicou em 2009 num jogo contra o Penafiel ou se nos marcou erradamente um penalty a favor contra o Santa Clara, na Taça da Liga de 2005...
Sei que há umas escutas que indiciam o contrário, mas tendo a acreditar que os árbitros portugueses não são corruptos, mas são MUITO incompetentes.

 


3º Sou fã de Jorge Jesus (JJ)! Admiro o seu trabalho no Benfica, acho que é um dos melhores treinadores Portugueses na atualidade, quiçá o melhor treinador na nossa Liga.

Achou que recuperou o Benfica, que nos aproximou e ajudou a terminar um período de hegemonia clara do FC do Porto.

Há quem me chame (noutros fóruns) um "apóstolo de Jesus". Diria que é um epiteto que não me ofende, de todo!

Ser admirador de JJ, não significa, no entanto, ser um "yes man" acrítico. Não!

Acho que JJ tem muitos aspetos em que poderia melhorar, sobretudo de forma, não tanto de conteúdo, sobretudo ao nível de comunicação, não tanto de competência técnico-tática.

Não gosto de ver JJ a empurrar Sheu, não gosto de ver Cardoso e JJ "pegados", não gosto de ver JJ "embrulhado" com a polícia em Guimarães, não gosto de JJ ajoelhado no Dragão, não gosto de ver JJ a dar uma "bronca" ao Eliseu em pleno relvado e em direto para todo o país, após uma derrota, não gosto da insistência/teimosia em Roberto, Emerson ou Cortês.

Mas meus amigos, factos são factos, JJ devolveu capacidade competitiva a um Benfica cada vez mais "sportinguizado", habituado a estar arrumado da luta pelo título no final da 1ª volta. JJ recuperou o futebol de ataque que sempre caracterizou o Benfica na sua história (não a mais recente), construiu uma equipa capaz de passar 81 jogos (2 anos e 9 meses) sempre a marcar golos, "criou" o rolo compressor, instituiu a nota artística, apresentou à Europa grandes talentos, como Di Maria, ganhou dois campeonatos em cinco anos, algo que não acontecia há não sei quanto tempo, levou o Benfica de volta às Finais Europeias,  venceu títulos em TODAS as épocas...eu tenho memória e lembro-me muito bem de épocas em que não ganhávamos nada e acabávamos o campeonato a 20 pontos do Porto, fora da Taça e fora da Europa desde Janeiro ou Fevereiro.

Tenho 34 anos e por isso não vivi a época gloriosa da história do nosso grande clube. Vivi, sobretudo, o Benfica dos anos 90, em especial da 2ª metade da década. O Benfica do João Pinto e mais 10 (normalmente muito maus), o Benfica que contratava camiões de jogadores a cada época e tinha sempre um "craque" milagroso na reabertura de Janeiro que ia salvar a época, o Benfica onde qualquer nova contratação era logo titular na jornada seguinte, o Benfica que virava a primeira volta a 10 pontos do líder e acabava a 20, o Benfica dos 0-0 em casa, num estádio "às moscas", dos Pringles e outros que tais, dos treinadores estrangeiros que quando chegavam mudavam a equipa técnica toda e traziam os amigos, dos estrangeiros que traziam uma catrefada de jogadores do seu país, que não conheciam o nosso futebol nem faziam puto de ideia quem era o Paços de Ferreira, ou como era difícil jogar em campos pequenos e enlameados das equipas pequenas.

 

Lembro-me do Benfica que tinha um gabinete de scouting que preparou um relatório para Mourinho sobre o Boavista (que era o adversário seguinte) com 10 jogadores (!!) e onde faltava "só" o Erwin Sanchez (história verídica contada por Mourinho em livro e entrevistas, ilustrando a estrutura amadora que encontrou no SLB).

Jorge Jesus (não sendo o único responsável, talvez nem o principal) contribuiu para "enterrar" esse Benfica. E por isso conquistou a minha eterna gratidão. Os números dizem-no, Jorge Jesus foi o melhor treinador do Benfica nos últimos 20 anos.

4º (relacionado com o anterior) Para mim Benfica é 4-4-2, com 2 avançados, dominador, pressionante, ofensivo, ao ataque. Pelo menos para consumo interno (em 99% dos jogos da nossa liga) deve jogar assim, declaradamente ofensivo, com extremos e com 2 avançados, um “9” típico e um 2º avançado. Era assim que jogava a grande equipa do Glorioso do 3-6 em Alvalade, com Paneira, Isaias, JVP e Ailton, ou o SLB de JVP-Yuran, JVP-Rui Águas, Nuno Gomes-Brian Deane, Saviola-Cardozo, Rodrigo-Lima...gosto!

Não "gramo" cá esquemas complicados tipo 4-2-3-1, “duplos pivots”, “triângulos invertidos” e um ponta de lança perdido lá na frente, quando em 99% dos jogos domésticos o adversário joga com 9 homens atrás da linha da bola.
No 1% dos jogos que restam, e na Champions, concedo a utilização de um 10 puro (um Maestro) em vez do segundo avançado, mas atenção, não é um 3º médio ou um 2º trinco, é um "playmaker", um Valdo, um Rui Costa, um Aimar...


Tenho tendência para gostar de jogadores pouco consensuais na Nação Benfiquista. Aqueles que todos sabemos que têm qualidade, mas com os quais o adepto desespera...e assobia.
Normalmente são jogadores pouco elegantes, ou tecnicamente limitados, ou com qualidades não tão visíveis para o "comum" adepto, daqueles que não jogam para a bancada, nem para encher o olho, mas são tremendamente eficazes no que fazem, ainda que alguns possam ser irregulares.

Não falo dos nossos "ódios de estimação", tipo Michael Thomas, Paulo Almeida, Emerson...ou Bruno Cortês, em relação a esses, todos o Benfiquistas são unânimes na crítica!

Falo por exemplo de...CARDOZO. Era um admirador de Cardozo. Ou no plantel deste ano...Derley - gosto MUITO de Derley - ou...Ola Jonh (!!). Gosto do miúdo Holandês, acho que é irregular, é verdade, mas acho que é um jogador inteligente...tem aquele ar "desleixado" ou de quem está meio "perdido" no campo, mas na verdade não está. Movimenta-se com inteligência, tem velocidade e técnica, cruza com os 2 pés e com muito critério, toma normalmente a melhor opção (mesmo quando a opção é atrasar a bola aos defesas e levar com os assobios do "tribunal da luz" que queriam é que ele fosse para cima, para "partir" o defesa).

 

Gosto de "Pinheiros", lembram-se do Paulo Sérgio quando era treinador do Sporting a pedir um "pinheiro" pelo Natal? Pois bem, gosto desse tipo de avançado, o 9 típico, alto, forte, que não seja demasiado "tosco" e que seja um matador. Exemplos: Jardel (para mim o protótipo do Pinheiro Perfeito), mas também o nosso Tacuara, Slimani, Mazoou (ex-Guimarães e Marítimo), por exemplo.

7º Gosto de uma boa discussão, desde que intelectualmente honesta e que não viole o meu principio nº 2...para discussões sobre "colinhos", "fruta", "limpinho-limpinho", insultos aos rivais, ou teorias da conspiração, não contem comigo.
Agora, discussões sobre Jorge Jesus, ou sobre o modelo tático do Benfica, sobre jogadores, sobre os rivais, em suma, sobre FUTEBOL, façam favor!

Venham elas. Comentários e opiniões serão bem-vindas.