O Fantasista
23
Jun

2014

WC 2014 - Calculadora Pt. 1

Por O Fantasista

 

Começa hoje a jornada decisiva para o apuramento para a fase seguinte. Para vos manter ao corrente de todos os cenário, e como na Fantasy não se pode fazer nada até fechar a jornada, resumo-vos todas as possibilidades de apuramento, começando pelos grupos que se decidem hoje e amanhã.

 

Grupo A

Os três primeiros classificados, Brasil, México e Croácia, dependem unicamente de si próprios para assegurarem a qualificação. Os Camarões estão eliminados.

O Brasil está praticamente apurado. Primeiro, e caso não tenhas percebido, joga em casa. Segundo, se perder com a seleção do Benoît Assou-Ekotto, só não passa aos oitavos de final se o outro jogo do grupo, o escaldante México-Croácia, ficar empatado. Para garantir o 1º lugar basta vencer e esperar que o México não vença por uma margem superior a 2 golos em relação ao último resultado do Escrete com os Camarões.

O México segue em frente se não perder o seu jogo com os “ićs”. E garante o 1º lugar se vencer o seu e o Brasil não ganhar o dele, ou se empatar e os Scolaris perderem. Também pode dar se o Brasil vencer, mas aí os meninos da América Central precisam de ganhar no mínimo por 3 (praticamente impossível).

A Croácia tem dois resultados possíveis, mas só um parece exequível. Vencer o México numa autêntica final. A outra opção passa pelo tal empate no seu jogo, somado com a derrota do Brasil (não me cheira). Só passa em 1º se vencer o México e o Brasil empatar ou perder.

 

Grupo B

Holanda e Chile são as equipas apuradas restando-lhes decidir entre si quem evita o Brasil na próxima fase. Austrália e Espanha já apanharam o avião.

A Holanda fica em 1º lugar se não perder.

O Chile precisa da vitória para conquistar o topo do grupo.

 

Grupo C

A Colombia (goal average de 4) é a única seleção apurada num grupo onde ainda ninguém está fora da corrida.

Após o resultado do Costa Rica-Itália talvez seja melhor evitar vencer este grupo C, no entanto os colombianos dificilmente escaparão de tal feito. Basta um empate com o Japão, e se perderem só não ficam em 1º lugar se a Costa do Marfim (goal average de 0) vencer o seu jogo, e no mínimo por 3 golos de diferença.

A Costa do Marfim garante a passagem com um empate, desde que o Japão não vença a Colombia por 2 golos ou mais. Como visto acima, apesar de não depender apenas de si, também pode alcançar o 1º posto.

O Japão só pode passar em 2º lugar e se vencer a Colombia. Mesmo assim não é garantido. Se os japoneses vencerem por 1 golo, a Grécia não pode ganhar aos marfinenses por 3 ou mais.

A Grécia também só pode passar como 2ª classificada. Basta vencer o seu e esperar que o Japão não vença o dele. Também temos a hipótese falada anteriormente.

 

Grupo D

Surpreendentemente a Costa Rica já está qualificada.  Itália e Uruguai jogam entre si a outra vaga. A Inglaterra, como é natural nestas coisas dos Mundiais, ou perde na fase de grupos ou perde frente à Alemanha (aquilo do 11para11 e vence sempre no fim).

A Costa Rica garante o topo do grupo se empatar com a Inglaterra. Perdendo também pode garantir a posição se o outro jogo ficar empatado, ou se a equipa vencedora não recuperar a diferença vincada no goal average. Costa Rica (4-1), Itália (2-2) e Uruguai (3-4).

Exemplo: Costa-riquenhos perdem por 1 e Itália ou Uruguai vencem por 2,  Brian Ruiz ainda passa em 1º!

Itália passa se não perder frente ao Uruguai. Pode chegar ao 1º lugar se vencer por 2 ou mais, e se a Costa Rica perder por 2 ou mais.

Uruguai só passa se vencer a Itália. Pode também chegar ao 1º lugar se vencer por 2 ou mais, e se a Costa Rica perder por 2 ou mais.