O Fantasista
12
Fev

2015

REALFEVR - Gameweek 21

Por O Fantasista

 

Segunda-feira à noite, dei por mim a sonhar com a recuperação da liderança na minha liga privada (a da redação). A tarefa não era fácil pois tinha uma atraso pontual de 10 pontos no meu matchup. Tudo se resolvia com uma vitória do Rio Ave, invariavelmente com o contributo do Ukra e clean sheet do Ederson, no terreno do Boavistão do Petit.

O jogo começou de forma brilhante: penalty aos 10 minutos e expulsão de um defensor do Bessa. Ukra, batedor oficial, oferece a bola ao melhor marcador dos vilacondenses. F***-se, Hassan! Ok, 80 min contra menos um player. Fé imensa no extremo direito português.

Os minutos passam e nada… O pragmatismo e a gestão dos "Tarantinis" sobrepõem-se à necessidade de matar o jogo.


Mas, e quando já tinha desistido completamente, eis que Ukra, e Marco Ferreira, decidem oferecer-me uma possibilidade de vitória ao cair do pano. Penalty, outro, desta vez a favorecer o Boavista. Amarelo para o Ukra. Contas rápidas, Ukra pontua 2pts (+60min) aos quais se juntam -1 ponto do cartão e -1 ponto do castigo máximo cometido, zero pontos, portanto. Mas, se Ederson defende faz 12pts!!! Tengarrinha matou o sonho…

Entretanto também percebi que nunca iria ser possivel aceder de novo ao 1º lugar. O Comissário fez dumping e embrulhou os 3pts ao Especialista. Imperdoável…

Voltando ao que vos traz aqui, atacamos a Jornada 21. Uma daquelas que começa cedo e acaba tarde, de sexta a segunda.

 

Cristiano (ACA)

Um velho conhecido do preview da GW19. Ok, o Fantasista assume que o Especialista entregou a encomenda antecipadamente. No entanto o Paulo deve ter lido a crónica e, na visita a Setúbal (coincidência?), lá deixou o Lee a comer um boca-negra escalado em Tróia. Resultado: um nil-nil e a primeira clean sheet em 6 jogos. Domingo recebe o pior ataque forasteiro, Boavista, e tem tudo para tentar alcançar o maravilhoso nick one and keep a cleanie.

 

Quiñones (PEN)

Este “defesa” foi titular em 7 dos últimos 9 jogos do Penafiel, falhando 2 por lesão. Utilizado, sempre, na faixa esquerda mas como extremo, e com um pecúlio muito interessante de 2g e 2cs (31pts), o colombiano é uma autentica pérola fantasista – o chamado out of position. O Marítimo viaja ao Norte algo enfraquecido, sem poder contar com três dos seus habituais titulares, todos castigados, Gallo e os Ferreiras. Oportunidade ideal para "Quiño", amigo do Jackson, presentear-nos com o seu primeiro double figure haul.

 

Alan (BRG)

O Rúben pediu e lá lhe ofereceram o 5º amarelo. Agora na recepção ao Arouca, Alan deverá ser o eleito. O brasileiro de 35 anos sonha com a possibilidade real de marcar o seu golo #50 com a camisola dos Guerreiros do Minho. Um atleta com o perfil certo para decidir o teu matchup, pois sobe ao relvado no penultimo jogo da jornada – factor estratégico sempre em mente.

 

Hurtado (PFE)

Agarrou novamente a titularidade no duo da frente do 4-4-2 do Paços de Ferreira, e deverá mantê-la na deslocação ao terreno do Gil Vicente. Paulo Fonseca não pode contar com duas peças fundamentais do seu middle of the park, Sérgio Oliveira e Seri, e como tal tentará que essas sejam as suas únicas alterações no 11 vencedor da passada jornada. O team do José Mota continua em franca recuperação, não perde há 3 jogos, mas ostenta o 2º pior registo defensivo caseiro, 19 golos sofridos, e basta lembrar as stats do Peruano no primeiro stint de Fonseca aos comandos dos castores na caminhada para o inédito 3º lugar, 8 golos marcados em 28 jogos da Liga 2012/13.

 

Pauliteiros (também conhecidos como "castigados")

Ivan Balliu (ARO)
Carlos Martins, Gonçalo Brandão (BEL)
Beckeles (BOA)
Rúben Micael (BRG)
Fernando Ferreira, Bruno Gallo, Rúben Ferreira (MAR)
Seri (PFE)
Prince (RAV)
André André (VGM)
Zequinha, François (VST)