O Fantasista
30
Jan

2015

REALFEVR - Gameweek 19

Por O Fantasista

 

O futebol é mesmo assim, completamente imprevisível.

O Fantasista acompanhou o Julen e o Jorge no que foi realmente uma jornada para esquecer. Basicamente, pouca ou nenhuma eficácia.

Mas já é sexta, e como tal, lançamo-nos mais vez em busca dos verdadeiros artista perdidos nos confins do mercado da RealFevr.

 

Cristiano (Académica)

Como sempre, voltamos a fazer futurologia. Mas a julgar pela sua última exibição no Dragão, Paulo Sérgio poderá mesmo voltar a atribuir-lhe o lugar entre os ferros. Ele sabe, eu sei e o Cristiano também sabe, Lee gosta demasiado de picanha. Além do mais, este pode muito bem ser o último jogo do Paulinho, não fosse a Académica ocupar lugares de acesso à 2ª Liga, e a única equipa que ainda não venceu em casa, 7E e 2D. O Marítimo já vai a Coimbra sem o seu melhor marcador – Maazou, 9 golos – facilitando possivelmente uma CS para os lados da Briosa.

 

Rui Correia (Nacional)

A época do Nacional só arrancou em Janeiro, com aquele dérbi insular e consequente festa da Taça nos Barreiros. Manuel Machado foi ao mercado e revolucionou o middle of the park, embarcando em 3 vitórias consecutivas no Championat. Agora só lhe falta a consistência defensiva, e nada melhor do que abrir as portas ao Belenenses, o pior ataque da 1ªmetade da tabela com uns pálidos 17 golos. Os Azuis só marcaram 2 golos nos últimos 8 jogos, e ficaram em branco nas últimas 3 deslocações. Atenção, nós sabemos que o Professor gosta de rotações (sim, Julen é para ti) mas o Rui deverá manter o lugar no eixo central ao lado do Zidane Moçambicano, seu parceiro nos últimos 3 encontros.

 

Ruben Ribeiro (Gil Vicente)

Convenhamos, o José Mota sem boné não é a mesma coisa. Talvez o clube do Mateus esteja a sofrer com o facto. Ou então não, é só mesmo o Mota. Na verdade o Gil, apesar da última posição, até está em plena recuperação com 4 pontos em 3 jogos. Coincidiu com a chegada da pior combo barba + cabelo da Liga, o génio de Ruben Ribeiro e do seu personal hair designer. A estreia foi marcada por um sent off mas também pela primeira e única (!) vitória dos Galos no campeonato. Segue-se uma autêntica final com o também aflito Vitória de Setúbal, e o #70 parece ser o único capaz de criar os desequilíbrios necessários para abrir o caminho do golo.

 

Salvador Agra (Braga)

Apresento-vos o Filho do Sérgio, o atleta que o acompanhou de Olhão até Braga com direito a pit-stop em Coimbra. Um super-sub que tem agora a oportunidade para provar ser merecedor da titularidade a tempo inteiro. O Moreirense apresenta-se algo debilitado, sem o patrão da defesa e uma das figuras da 1ª volta, o já transferido Vítor Gomes. Com 8 jogos já realizados, os Bracarenses são, a par do Benfica, a equipa que mais pontos conquistou no seu reduto.