O Fantasista
10
Mai

2013

Old-School

Por O Fantasista

 

Encaminhamo-nos vertiginosamente para o final de mais uma edição da Premier League e sua correspondente Fantasy. O fim de semana de 25 e 26 de Maio não será fácil para muitos. Como será vivida uma manhã de Sábado sem a aquela angústia habitual? O que será de nós sem aquela alteração inesperada e clássica no onze de Sir Alex? E as míticas press conferences em inglês italianizado de Roberto Mancini? Aproveitem enquanto dura.
Esta semana o foco estará nas equipas que lutam pelo acesso aos lugares europeus, bem como nas que estão envolvidas na dogfight pela tão saborosa manutenção. Chelsea, Arsenal e Tottenham continuarão a sua batalha pelo 3º e 4º lugar, enquanto Southampton, Sunderland, Norwich e Newcastle tentam colocar o Wigan mais perto do Championship.
 
A comprovar a sua chamada nas 2 últimas jornadas, Hart (£6.9m), aproveitou para se destacar na liderança da classificação dos Keepers. Com 2cs e 15pts acumulados na jornada dupla, mais a certeza de que será suplente este Sábado na final da FA Cup, o totalista do Manchester City surge como sendo a escolha mais fácil da semana.
 
O Beatle da cidade de Liverpool, neste caso jogador do Everton, Baines (£7.8m), também é o líder destacado da sua secção. Totalista com 170 pontos, e uma ponta final estonteante em que arrecadou 6cs e 1a nos últimos 8jgs, prepara-se para bater o seu recorde pessoal de 178 pts estabelecido na edição 2010/11. A recepção a um West Ham, inofensivo no plano atacante quando joga fora de casa, parece oferecer a oportunidade perfeita para manter o seu excelente momento de forma. Moyes quererá despedir-se em beleza após 11 anos, será que o lateral canhoto fará o mesmo? Uma shirt-off no final do desafio e teremos a certeza que irá para o United.
Como primeiro representante do Arsenal, teremos 3 no 11, apresento o central francês Koscielny (£5.3m). Wenger parecia irremediavelmente fora do top four na sequencia da derrota em casa do seu maior rival, o Tottenham (27ªjornada). No entanto retirou da equipa o capitão Vermaelan e apostou em Laurent, nos 8 jogos seguintes conseguiu 6 vitórias e 2 empates (EVE e MU). O defesa contabilizou 38pts nesse período, uma média de 4.75 pts/jg. O adversário, Wigan (18º), jogará apenas 3 dias depois da final da FA Cup, e como tal aparecerá, no mínimo, muito cansado dos possíveis festejos...
A última escolha defensiva pertence ao ainda clube de Sir Alex Ferguson, Jones (£5.6m). Muito pouco utilizado até à jornada 32, este verdadeiro profissional da bola surge agora como sendo um titular indiscutível. 2cs e 2a nos últimos 6 jogos, mais o castigo imposto a Rafael, serão motivos suficientes para que continue a marcar presença no 11 do United. A possibilidade de jogar a médio mais a sua curta taxa de utilização (1.6%) adicionam ainda mais valor ao ex-Blackburn.
 
Walcott (£9.1m) é já o mais sério candidato a ultrapassar Bale na escolha para capitão desta jornada. Realizou 30 jogos, apontou 13 golos, 13 assistências e 22 pontos de bónus, resultantes em 183 pontos (recorde pessoal na sua 7ª época de Fantasy. Com uma média fantástica de 7.8 pts/90min, e com 2 golos nos últimos 2 encontros, o jovem "avançado" inglês apresenta-se como o mais provável para facturar frente ao frágil Wigan.
Esta sábado teremos um Chelsea com Frankie e mais 10! Benitez afirmou, e nós apoiamos plenamente. Em 2005 José Mourinho dizia que o seu #8 era o melhor médio do mundo - conversas de duche. Hoje Lampard (£8.3m) completa a sua 10ª época consecutiva a marcar pelo menos 10 golos na EPL. Um feito incrível se tivermos em conta que, em termos posicionais, nem é um médio ofensivo. Esta época marcou 13 golos em apenas 1724 minutos, equivalente a uma média
pontual de 7 pts/90min. A mera utilização de 5.7% do universo fantasista, bem como a possibilidade de igualar ou mesmo bater o recorde de golos ao serviço do Chelsea (202) serão os ingredientes que faltavam para tornar este prato ainda mais irresistível.
D'Artagnan deste quarteto é o médio criativo do Newcastle, Ben Arfa (£7.3m). O francês esteve afastado das escolhas de Alan Pardew, o novo e melhor amigo de Jesus, desde a jornada 16. Reencontrou os relvados na 33ª com 3 breves aparições proveniente do banco, sendo que já foi titular no confronto passado frente ao West Ham ocupando a posição 10 jogando desta forma onde mais gosta. A ausência de Sissoko já está confirmada, e a oportunidade volta a surgir numa deslocação importantíssima ao terreno do já relegado e último classificado Queens Park Rangers. Escolhido por apenas 4.5% dos utilizadores, e com todas as bolas paradas sob o seu comando, HBA será sem dúvida um dos nomes a ter em conta neste final de época.
Após alguns diferenciais eis que nos deparamos com o man of the hour, Bale (£10.9m). O galês, com 37% de utilização, é um daqueles que não se pode ignorar – eu bem tentei ao não o capitanear nas últimas 2 jornadas, e deu no que deu. Com 8 sets de pontuação com duplo dígitos e 11 golos nas últimas 12 jornadas, a sua forma é simplesmente brilhante. Encontra-se apenas a 9 pontos do líder Van Persie e terá 2 jornadas para alcançar pela 1ªvez esse feito, ser o jogador mais pontuado na Fantasy da EPL.
 
O inesperado anuncio do abandono de Sir Alex Ferguson alterou por completo os planos que tinha para o trio que compõe a segunda linha ofensiva das escolhas desta semana. Sendo assim perspectivamos um festim em Manchester aquando da recepção ao Swansea. O United e SAF quererão despedir-se em estilo dos seus adeptos, sendo de esperar que Van Persie (£13.7m) lidere uma vez mais a frente de ataque adicionando mais alguns pontos ao seu magnifico total.
O seguinte avançado tem andado um pouco apagado nos últimos tempos, no entanto tem agora a oportunidade perfeita para vingar uma longa série sem retornos. Podolski (£8.1m), resgatado por 8.2%, 9 golos e 9 assistências, recuperou a titularidade após o castigo imposto ao seu colega Giroud. Nos 2 primeiros jogos (MU, @QPR) registou 2 blanks e pareceu um pouco afastado do resto da equipa. Terça feira recebe um Wigan carregado de lesões, e provavelmente ressacado de uma derrota, a chance perfeita para voltar às pontuações elevadas – na sua época de estreia regista 5 sets de duplo dígitos.
Džeko (£6.8m) é mais um para os que necessitam avidamente de um diferencial com potencial explosivo. O City joga a final no sábado e na terça defronta a pior defesa da EPL, o Reading com 67 golos sofridos. E já sabe que Mancini vai aplicar aquela rotação que nós tanto adoramos, possibilitando assim mais uma titularidade para o goleador bósnio (13 golos). Uma média de 6.3 pts/90min deixa-nos bem confiantes, pois nunca se sabe quando poderá o Reading encaixar
novamente 4 ou mais golos num só jogo (MU, CHE e 2x ARS).
 
 
11 da Semana
Hart
Baines; Koscielny; Jones
Walcott; Lampard; Ben Arfa; Bale
Van Persie; Podolski; Džeko
 
Banco
Howard; Distin; Walters; Agbonlahor
 
Posta Mágica
Esta jornada realizamos um special. Uma verdadeira homenagem a 2 artistas descobertos e desenvolvidos por SAF (26 anos no clube). Giggs (£6.0m), que já vai com 39 anos, 22 anos no United, contempla um feito incrível: marcar em todas as edições da EPL (21). Scholes (£5.0m) um pouco mais novo (38 anos), também com 21 anos ao serviço de um único clube.
São talvez os 2 últimos moicanos, futebolisticamente falando. E certamente estarão os 2 presentes no último 11 do Sir em Old Trafford.
Ao escrever esta última linha finalmente percebi. Não teremos mais Sir e nunca mais teremos o Manchester United que eu sempre conheci. Será que o Beautiful Game está preparado?