O Fantasista
06
Abr

2013

O Jogo do Título

Por O Fantasista

 

 
As escolhas da jornada passada possibilitaram-nos mais uma boa pontuação: 79 pontos, isto sem capitão. A média ficou-se pelos 48 pontos e como tal quase faríamos o dobro escolhendo Cazorla e Bale. Passemos então a mais uma seleção mágica, e desta vez vamos apoiar claramente as equipas de Rodgers e Benítez. Não tanto pela fé que tenho em ambos, mas sim pelos adversários que enfrentam, West Ham e Sunderland.
 
Lá atrás, escolho Reina ($5.8M), o espanhol recuperou a titularidade em Villa Park e defronta agora o pior ataque da EPL em jogos fora de casa – 9 golos em 15 jogos.
 
Seguindo a mesma linha de raciocínio dobramos as expectativas escolhendo também Enrique ($6.0M), que nos últimos 4 jogos caseiros regista 1g, 3a, 2cs e 3pb. Com segundo elemento da defesa escolhemos Bertrand ($3.9M). Com a titularidade garantida (Ashley Cole lesionado) e com um preço muito modesto, será para muitos a via a seguir no sentido de garantir uma eventual clean sheet do Chelsea. O Sunderland não vence há 8 jogos, e com o avançado Fletcher fora até final da época, não vejo quem consiga liderar a frente ofensiva do novo treinador Di Canio (sim, está de volta à Premier!) pelo que Bassong ($5.5M) completa o trio defensivo. Escolha óbvia, pois faz parte da equipa que mais golos faz em set-pieces, e sim, o Swansea, seu adversário, é quem mais sofre nesse capitulo. O camaronês vem de 3 jogos caseiros consecutivos a pontuar, 2cs e 1a, e conta já com 7cs em 15 jogos caseiros.
 
No miolo voltamos a apostar no pequeno espanhol que um dia encantou La Rosaleda, Cazorla ($9.7M). Com Walcott de fora, as opções no meio-campo arsenalista não abundam e Santi encontra-se em grande forma com 4 g, 1a e 5pb nos últimos 5 jogos. E para confirmar a escolha, o adversário, West Brom, concedeu golos nos últimos 6 jogos diante dos seus fãs. Hazard ($9.5M) marcou em quatro dos seus últimos cinco jogos como titular em Stamford (como diz o Prates!). A seu favor o facto de só ter jogado 30 minutos frente aos russos do Rubin, mas com Rafa nunca se sabe. No entanto vamos correr esse risco, pois os retornos podem ser estrondosos – 13, 10, 13 e 14 em 4 dos últimos 5 em casa. Cabaye ($6.6M) é outro que marcou em 3 dos últimos 4 jogos caseiros. Defronta um Fulham que não perde há 5 jogos, mas o Newcastle encara este jogo como se de uma final se tratasse e como se vê o francês tem sido instrumental nas últimas vitórias do clube de Pardew (o novo amigo de Jesus). E pela primeira vez não teremos Bale...
Para colmatar a sua ausência decidimos juntar à equação o americano Dempsey ($8.9M). O médio mais pontuado da época passada poderá ter uma palavra a dizer frente ao Everton. De fora estão também Defoe e Lennon, tornando provável o seu regresso à titularidade. Este ano conta somente e curiosamente com 5g, 5a e 5pb (e também 5cs). Terá aqui a oportunidade perfeita para projectar um final de época com pontuações consistentes, talvez com um 5 associado.
 
Na frente temos o melhor marcador da EPL, Suárez ($11.2M). Já nem preciso justificar esta escolha, mas posso sempre dizer o seguinte: West Ham sofreu golos em 8 das últimas 10 deslocações. Ao seu lado, bem fresquinho (não pode jogar na Europa League), e com vontade de fuzilar os seus ex-rivais, reservamos um lugar especial para Ba ($7.8M). Em 3 jogos como titular em Stamford Bridge marcou 2g e somou 4pb. Di Canio diz que se vai lançar ao ataque, e Demba poderá usufruir de tempo (assim queira Rafa) e espaço para brilhar. Como décimo primeiro membro desta equipa selecionamos o melhor marcador inglês da EPL, Lambert ($7.1M). Em 9 jogos sob o comando de Pochettino, Ricky leva 4g, 3a e 11pb. Marcou nos últimos 2 jogos, ambos de livre directo, e quererá demonstrar ao seu ex-mister Adkins, agora no Reading, que nunca se esquecerá de quem o “transportou” até à EPL.
 
Calçam mas não pisam, Bunn ($4.3M) que regressa após castigo de um jogo, e tem a oportunidade ideal para garantir mais uma clean sheet. O Swansea marcou uns ridiculos 3 golos nas últimas 8 deslocações... Shawcross ($5.8M) não terá tarefa fácil frente a Benteke mas o Stoke parece querer voltar à forma defensiva de inicio de época. Os "Reis do Empate", 13 em 31 jogos, não se importarão muito se só conquistarem 1 ponto pois perdendo ficam com o adversário à perna. Aposto num jogo muito fechado e seguro por parte dos homens de Tony Pulis. Snodgrass ($6.3m) volta às escolhas, desta vez no banco. Sendo o Norwich a equipa com mais golos conseguidos através de set-pieces, não será de todo estranho que muitos deles tenham o dedo do escocês. Algo infeliz nas últimas jornadas acredito que será este o adversário ideal para voltar às pontuações de duplo dígitos (tem 4). Rémy ($5.9m) não garante lugar no 11 por azelhice própria. Não fosse aquele penalty falhado e teria conseguido 12 ou mais pontos, bem como um pontinho para o QPR de Harry. Como tal, e apesar de 4 golos em 6 partidas a titular, está de castigo no banco.
 
 
11 da Semana
Reina
Enrique; Bertrand; Bassong
Cazorla; Hazard; Cabaye; Dempsey
Ba; Suárez; Lambert
 
Banco
Bunn; Shawcross; Snodgrass; Rémy
 
Posta Mágica
No último Championnat do Manchester United Hernández ($6.6M) foi o homem do jogo. Aquele golo logo no 1º minuto do decisivo jogo com o Chelsea acabou com as esperanças dos azuis de Londres. E segunda-feira, dia 8 de Abril, poderá muito bem ser ele a colocar o ponto final nas esperanças dos azuis de Manchester.
8g, 4a e 9pb em somente 690 minutos demonstram bem o seu potencial. A sua média de 0.1 pts/min é surreal. E se juntarmos às dúvidas sobre a disponibilidade de Rooney a questão da necessidade de descansar Van Persie, parece que temos a conjectura ideal para mais uma vez podermos observar o brilhantismo deste pequenito mexicano.