O Fantasista
15
Out

2015

International Break II

Por O Fantasista

 

Interrompemos o período preferido do Luís, o Freitas Lobo, para relatar o mais recente pesadelo do Fantasista: a lesão do nosso herói da Gameweek 8 -  Sergio Agüero, el Kun.

As condições estavam todas reunidas: ao serviço da sua Argentina, no terreno do River Plate, e com a camiseta #10 do Lionel. Só faltava saber quantos marcaria ao Ecuador na sequência do festival do último sábado diante do Newcastle, prova final que estava novamente solto.

Mas o (in)esperado aconteceu. Sprint junto à linha lateral e aquele esgar de dor, tão característico do Sergio, não enganava. Lesão muscular. Mais uma!

Desligo a TV. Viajo do sofá para o quarto. A cama não me conforta. E agora? O que fazer sem o meu amor “FPLiano”?

O acordar traz uma nova luz sobre o assunto. Suspeita de lesão de grau II na hamstring. Normalmente coisa para uma paragem entre 4 a 6 semanas. Abre-se então uma nova oportunidade para (mais) um diferencial, desta vez num jogador com uma relevância significativa. Afinal de contas, é só o mais caro de todos...

Existem várias opções: Troca directa por um heavy hitter ou aproveitar a form dos mid-priced forwards e, com o spare change, fazer upgrade no sector dos midfielders. A última, provavelmente à custa de um hit, dependendo da condição de cada um.

 

COSTA £10.9m

"The Guv´nor" impõe-se como o perfeito diferencial (5,8%). Bem sabemos o porquê deste figure, mas a verdade é que o mesmo pode escalar num futuro próximo.

Vêm aí matchups muito favoráveis para o sector ofensivo do Chelsea onde Aston Villa (38), West Ham (39) e Stoke (41), ocupam o Top-8 de GAiBC das últimas 4 jornadas. A recepção ao Villa do Timmy parece particularmente favorável pois estes sofreram uma média de 2g/jg, consentindo também 19 chances pela zona central do terreno, 3º e 2º piores registos da EPL nestas categorias e em igual período.

Diego, que não joga desde a "mítica" exibição frente à dupla Gabriel-Koscielny, só pode melhorar o seu rendimento (1 golo e 1 assistência), pois entre a Gameweek1 e a Gameweek 6 ocupa apenas o 15º lugar em SoT, com 4, e o 13º lugar em GA e SiB, com 11 e 9, respectivamente.

Caso queiram sair do slump, José Mourinho e o todo o elenco do Chelsea, terão forçosamente que servir mais e melhor o seu principal striker.

KANE £9.2m

Em oito rondas da EPL só existe um forward que conjuga este fantástico set de stats: 19 SiB, 9 SoT e 5 BC. Apesar disto, Kane só facturou 1 golo. É um daqueles casos em que tal como Sanchéz e Agüero, a explosão está on the brink.

Nas últimas quatro gameweeks as performances melhoraram muito devido ao regressado Eriksen e à manutenção das estatísticas chave para quem vive de golos: 6 SoT e 3 BC.

Seguem-se confrontos com o Liverpool (7 golos sofridos em 4 jogos), o já falado Aston Villa e o Bournemouth (10 BCc). Condições mais do que suficientes para vermos o ponta de lança inglês (16,2%) regressar as pontuações de double digits.

PELLÈ £8.1m

O avançado do momento com 3 golos e 3 assistências no último mês.

Este italian stallion apresenta médias fabulosas de 3.75 GA/jg, todas SiB, e 1.5 SoT/jg. O Southampton está a jogar muito e, como referido na semana passada, continua a enfrentar enormes facilidades no calendário.

A caminho, 3 das piores 7 defesas da EPL, com Leicester (15 Gc) e Sunderland (18 Gc) em particular, ambas com 82 e 73 GAiBc, categoria onde Graziano Pellè é Rei, já com 32 na época.

Com 22,4% de usage está longe de ser um diferencial, mas na recepção ao Leicester City, equipa sem qualquer clean sheet em 8 jogos, poderá ser o candidato ideal a Capitão.

Aqui sim, um diferential