O Fantasista
04
Out

2013

Gameweek 7

Por O Fantasista

 

Pela segunda semana consecutiva registámos 29 golos marcados nos dez jogos realizados na respectiva jornada. É um alívio observar esta escalada na média, agora de 2.9g/jg nas últimas duas gameweeks, a contrastar claramente com os 1.9g/jg nas primeiras quatro.

No seguimento e de forma natural também existiu uma diminuição no número de clean sheets (cs). Ora se antes tínhamos 32cs em 40jg, ultimamente foram “só” 9cs em 20jg (3cs na última jornada). Como podes perceber a “coisa” está a caminhar no sentido inverso.

Este último paragrafo serve na perfeição para introduzir o falhanço estrondoso das minhas últimas picks no sector defensivo, onde só Clyne (6pt, 1cs) me deixou ficar bem. Já o trio ofensivo retornou como nunca, Rooney (8), Lambert (8) e Suarez (13) facturaram todos, com o uruguaio a marcar 2g e a conquistar os 3 pontos de bónus (pb).

O destaque da jornada estava guardado para o Monday Night Football – à la NFL – onde o tanque belga voltou a fazer das suas. O Everton mantém o estatuto de invencível, e com uma primeira parte de sonho despachou o Newcastle por 3-2. Lukaku marcou 2g, realizou 1a e sacou os 3pb disponíveis, totalizando assim 16pt!

Esta semana vamos alterar o sistema táctico, oferecendo uma nova oportunidade ao 3-4-3. Prevejo (obviamente) que a média de golos continue a subir, mas ainda tenho algumas clean sheets em vista nos jogos deste fim-de-semana, nomeadamente nos confrontos que opõem o 2º e 3º classificados ao 19º e 17º, respectivamente.

 

Goalkeeper

O guarda-redes Lloris (£6.0m) estreia-se nas minhas escolhas esta semana. A sua equipa só sofreu 2g em 6jg (@ARS e CHE), conquistando assim o francês 4cs até à data. A visita do West Ham parece ser a ideal para acrescentar mais uma ao seu pecúlio, é que o team de Sam Allardyce ainda não marcou qualquer golo nas suas deslocações.

 

Defenders 

O belga Vertonghen (£7.0m) reforça a minha aposta no sector recuado do Tottenham. O adversário só consegue rematar em média 2.33 shots-at-goal por jogo, marcando no processo somente 4g (todos em casa). Jan, sempre que conseguiu a clean sheet, arrecadou pelo menos 1pb. Os retornos ofensivos andam escondidos, mas vale a pena lembrar que na época de estreia contabilizou 5g e 3a. 

Pode parecer uma escolha estranha, especialmente com o seu colega Terry a liderar a pontuação na categoria dos defenders, mas passo a explicar: o stock de Luiz (£6.1m) desceu em cerca de 50% e talvez seja este o momento ideal para resgatar o brasileiro e utilizá-lo como um diferencial (8.4% de utilização), e o mesmo John Terry jogou a meio da semana na Roménia podendo ser rendido por Cahill no próximo domingo. O Chelsea sofreu 2g em 3jg fora (@MUN, @EVE e @TOT), todos eles de alta dificuldade. Agora deslocam-se ao terreno do Norwich, equipa com a qual se costumam dar bem (5V e 1E nos últimos 6 embates). Basta não sofrerem golos na 1ª metade, pois são o único conjunto na EPL a não consentir golos na 2ª parte dos desafios já jogados.

O Liverpool e Enrique (£6.2m), após 3jg a sofrer golos, também parecem fadados para regressarem às clean sheets. Recebem um Crystal Palace que não marca à 270min, e que só conta com 1g em 3jg como visitante. Rodgers alterou a tática e o espanhol surgiu no flanco esquerdo como wing-back, beneficiando do 3-4-1-2 imposto pelo técnico. Quatro defesas canhotos já conquistaram pontos de bónus esta época frente ao CPL, Shaw (1), Davies (3), Evra (1), Colback (1). Sim, precisamente os últimos 4 jogos do Palace – fantástico não é?

 

Midfielders

Iniciamos o centro do terreno com uma antiga lenda fantasista, Sigurðsson (£7.2m). Após aquela fantástica estreia na Premier ao serviço do Swansea de Rodgers, parece que temos o islandês de volta ao radar da Fantasy EPL: 2g e 5pb nos 2 últimos jogos caseiros resultaram em 25pts. O Tottenham lidera a liga em shots-at-goal, 115, mas destes só 28 foram rematados das chamadas prime positions - dentro da pequena área e no prolongamento da mesma sobre a grande área. Os 3 golos de Siggy resultaram de finalizações nessa mesma zona (obrigado ao mister Nuno pelas stats). Uma nota final: dos 5 golos sofridos pelo West Ham só um foi marcado de bola corrida (Lukaku!), pelo que nem tudo são rosas...

O Manchester City de Pellegrini está muito irregular, mas em casa venceu os três jogos disputados marcando 10 golos e sofrendo apenas um. No entanto a visita do invicto Everton não será propriamente um passeio, o City só venceu 2 dos derradeiros 12 confrontos entre ambos. Mas é aqui que entra o in-form Yaya (£9.3m), que já apontou 4g em 6jg, somando-lhe ainda 8pb pelas prestações alcançadas. Livres directos e cantos têm sido o seu ganha-pão, mas como já vimos na UCL, bombas colocadíssimas também podem surgir dos pés do talentoso costa-marfinense.  

Segue-se a dupla que tem revolucionado o futebol do Arsenal: Özil (£10.6m) e Ramsey (£6.5m). O alemão registou o primeiro blank na visita ao Swansea, mas esta 4ªF fez o seu 1º golo ao serviço do novo team – e que golo! Os meninos de Wenger igualaram o recorde do clube ao conseguirem a 8ª vitória consecutiva fora de casa, e Özil fará tudo frente ao West Brom para figurar na nova marca do Arsenal. Quanto ao galês, parece ser mais do que o "sabor do mês", 4g nos últimos 3jg atestam o facto. E se juntarmos todas as competições, temos 8g em 9jgs – ridículo. A sua cotação disparou e é já o jogador que mais de valorizou neste jogo, de £5.5m até aos actuais £6.5m, com uma taxa de utilização de 42.4%(!). A sua forma é esplendorosa, mas será possível continuar a este ritmo? A verdade é que os seus golos passaram agora a ser associados unicamente a vitórias do Arsenal, as mortes dos “VIP” já ficaram para trás.

 

Forwards

O trio da frente aparece totalmente renovado devido a circunstâncias totalmente distintas.

O ex-Sevilla Negredo (£9.3m) é mais um diferencial desta semana, com apenas 4% das escolhas do universo fantasista. Sim, tem sido complicadíssimo prever a dupla de ataque do City, mas a julgar pela team-sheet na UCL a dupla espanhola Silva e Negredo deve estar de volta ao onze de Pellegrini no sábado. O avançado conta com 2g, 2a e 3pb em apenas 331min – média de 7pt/90min – e parece ser a coverage ideal do melhor ataque da EPL (14).

Sturridge (£9.7m) superou o teste e no primeiro jogo com o regressado Suárez, venceu a batalha registando 14pt (1g, 2a e 2pb). O sobrinho do Dean marcou ou assistiu 15g nas suas últimas 11 aparições na EPL, e o adversário é um Crystal Palace que sofreu golos em todos os jogos (6 em 3 deslocações). Com 5g e 2a em 6jg nesta época, o segundo jogador mais pontuado é um claro candidato a capitão para esta Gameweek 7!

Finalizo as picks com mais uma chamada "invulgar" (como se um certo holandês estranhasse estas andanças...), Van Persie (£13.9m)! Rooney não jogou na Ucrânia devido a uma lesão contraída no treino, e tendo em conta o que se passou com Moyes e RVP nas duas jornadas passadas não vale a pena arriscar. O melhor marcador das duas últimas épocas defrontará a pior defesa da EPL, um Sunderland que sofreu 12g nos derradeiros 4jg (3g em cada). Será portanto tudo o que um predador necessita, uma presa fácil.

 

Bench

Começo com Clyne (£4.4m), o atleta mais barato de uma das defesas mais seguras da EPL. Regressou ao onze e conquistou 3cs em 3jg, mais 4pb.

No meio, Whittingham (£5.1m), 1g e 2a, participando em 3 dos 5 golos (60%) que o Cardiff marcou até à data. Defronta um Newcastle que sofreu 6g nos últimos 2jg, e 8g nos 3jg fora.

Para a frente, Rémy (£7.5m), que participou em 4 dos últimos 5 golos (3g e 1a) do Newcastle. Conquistou também 5pb nos últimos 2jg. Seguindo as declarações de Pardew no final do jogo de 2ªF, será ele o ponta de lança titular (pelo menos no próximo sábado)!

 

Posta Mágica

Em seis postas mágicas, três falharam. E duas destas foram direcionadas a jogadores do Zé: Eto’o e Lampard. Resta-nos perceber se “não há duas sem três” ou se “há terceira é de vez”. Mata (£9.6m) poderia ser o novo Casillas, mas tudo parece estar a compor-se para o lado do espanhol. José Mourinho ficou agradado com os seus 45min (assist para o golo de Terry) em White Hart Lane, e afirmou logo que seria titular na Roménia. Seguiu-se nova boa exibição e novos elogios do mister português, dando a entender que a titularidade se manterá no domingo em Carrow Road. Na época passada marcou nos 2jg frente ao Norwich, será este o adversário ideal para regressar aos golos? Eu aposto que sim!