O Fantasista
14
Mar

2014

Gameweek 30

Por O Fantasista

 

Esta semana apresento-me carregadinho de moral. Os cinco diferentials da Gameweek 29 totalizaram 42 pontos, registando uma média bem elevada, se tivermos em conta a pobre oferta da jornada passada.

Mas é já amanhã que voltamos ao melhor menu da Premier League, com três partidos televisionados no Sábado e dois, os classics, no Domingo. 

As picks desta semana reflectem apostas vincadas nos teams do Zé, do Roberto e do Mauricio, cada uma com direito a dupla representação. Favoreço também o regresso de dois velhos conhecidos, e claro do nosso tanque belga (já depois de assinar com o seu novo hair-designer).

 

Mannone (£4.5m)

Como dizem lá no sudoeste do país do próximo Mundial de Futebol: "no gol temos Mannone, do Sunderland". O italiano é recordista de sets de duplo dígitos na categoria dos keepers, com 5, e já nos mostrou do que é capaz mesmo quando não consegue conquistar as tão esperadas clean sheets, com uma média de 4.8 saves/90min (equivalente a 1.6pts extra por jogo). Para completar o quadro, o adversário, Crystal Palace, é só o pior ataque forasteiro da EPL.

 

Ivanović (£6.7m) - Fonte (£5.5m) - Baines (£7.4m)

A linha defensiva deve sempre contemplar elementos que acima de tudo se mostrem peritos em fechar os caminhos para a sua baliza. No entanto este jogo também nos obriga a valorizar aqueles que estão altamente envolvidos nos processos ofensivos da sua equipa, nomeadamente através dos set-pieces. É aqui que entra esta tripla fabulosa.

Destaque para o central português que ocupa a 6ª posição no ranking defensivo resultado de 3g, 11cs e 18bps. O Southampton recebe o Norwich que marcou somente 3 golos nos últimos 6 jogos fora de casa. 

O evertonion Baines abre as portas do seu Goodison Park ao agora mais desafogado Cardiff. Um match-up ideal para o inglês pois os galeses não marcaram qualquer golo nas últimas 3 deslocações.

Em relação ao Chelsea basta referir que registam 9cs nas últimas 13 partidas. Ivanović acrescenta 2g, 1a e 11bps nos últimos 6jgs.

 

Hazard (£11.2m) - Yaya (£9.9m) - Lallana (£8.3m) - Chamberlain (£6.6m)

Chamo agora à recepção o top-3 da classificação dos craques do middle of the park e ainda uma espécie de light punt.

Hazard e o "William Carvalho" da Costa do Marfim são os únicos intocáveis nos sectores ofensivos de Chelsea e City. Indispensáveis na luta pelo titulo terão a responsabilidade de carregar as suas equipas neste último quarto de EPL. Ambos com 13 golos marcados, e com deslocações acessíveis na GW30, esta batalha vai estar ao rubro.

O médio inglês do Southampton é talvez a revelação do ano. As suas mais recentes exibições poderão levá-lo ao Brasil no próximo verão, para tal só precisa de ser o melhor dos outros. Lallana já conquistou 7 conjuntos de duplo dígitos, 5 na cidade de onde partiu o famoso Titanic, e tudo se conjuga para mais do mesmo frente ao Norwich (2ª pior defesa fora de casa com 32 golos sofridos).

Como percebemos ontem o Tottenham está à beira do colapso e seria muito mau não aproveitar o North London Derby para capitalizar no descrédito em que caiu o team de Tim Sherwood. O jovem Chamberlain, apesar de titular nas últimas vitórias na FA Cup (1g e 2a) e nos oitavos da UEFA Champons League, não tem sido consistente na EPL, onde após 2 jogos em que efectuou os 90min (2g, 1a e 3bps) passou os últimos 3 entre o bench e a main stand. Gestão? Talvez, até porque esteve cinco meses parado. Mas agora, sem Ramsey, Walcott, Wilshere e Özil, será ele o primeiro a figurar no onze de Wenger. Na ala direita ou no miolo, a velocidade com que ataca a baliza contrária fará de Oxlade (1.4% de utilização na FPL) o homem a observar no domingo às 16:00.

 

Suárez (£13.1m) - Rooney (£11.4m) - Lukaku (£8.3m)

Na frente opto por fazer regressar dois senhores que voltam a dar sinais positivos no que a golos diz respeito. Estarão presentes no Manchester United vs Liverpool, o maior clássico do futebol britânico.

Após 4 jogos consecutivos sem marcar, Suárez regressou aos golos e às pontuações explosivas na última jornada. Agora segue-se um jogo fascinante em Old Trafford, onde o uruguaio fará tudo e mais alguma coisa para cimentar a posição do Liverpool como um legitimo contender ao top-4 e quem sabe ao título. Deixamos o sobrinho do Dean de fora - algo sempre perigoso -  porque a sua forma away não está ao nível do seu parceiro de ataque.

A julgar pelos dois últimos encontros, onde marcou 2 golos, Rooney também parece apostado em recuperar a forma que lhe valeu 5 sets de duplo dígitos entre a GW9 e a GW18. A recepção ao Liverpool poderá ser a última oportunidade que Moyes e os seus jogadores terão para encostar ao top-4. Curiosamente este duelo promete mesmo golos, pois a equipa de Brendan Rodgers é, dentro do top half da tabela, o melhor ataque e simultaneamente a pior defesa a jogar fora de casa (31 e 23 respectivamente).

Finalizamos com Lukaku e o seu novo hair-cut. O adversário não podia ser mais apetecível – Cardiff City -  a 2ª pior defesa da EPL. E o possante striker já marcou nos 2 jogos em que esteve presente após recuperar da lesão contraída em Anfield. Até pode ser encarado como um potencial capitão para esta jornada com algumas fixtures traiçoeiras.