O Fantasista
07
Mar

2014

Gameweek 29

Por O Fantasista

 

Hoje, e replicando o fim-de-semana da EPL, chego-vos em versão reduzida.

Amanhã teremos uma jornada muito pobre e com metade do número habitual de jogos. Como tal proponho cinco alternativas a curto-prazo, tudo para superar as dificuldades que muitos managers terão para apresentar um onze completo. E já se sabe que começa a fazer sentido – cada vez mais – arriscar num diferential.

 

Smalling (£5.1m)

O “Knight” desenvolveu recentemente alguma consistência defensiva com 2 clean sheets consecutivas fora de casa, e o lugar de defesa-direito estará reservado para o internacional inglês, que conta com 1 golo e 5 cleanies nos últimos 11 jogos. No futuro a situação pode e deve mudar (Rafael e Jones), mas estamos a falar de um atleta de uma equipa que registará dois jogos na GW31. Esquecido pelo universo fantasista, os seus 1.2% de utilização são a verdadeira definição de diferencial.

 

Caulker (£5.2m)

O capitão é um dos poucos totalistas na EPL e o seu Cardiff City trava a batalha do fim-de-semana frente ao último classificado, o Fulham. Jogo fulcral para um defesa que já marcou 2 golos esta época e que conquistou 4 das suas 6 clean sheets em casa. A taxa de utilização é mais elevada que a de Smalling, mas ainda abaixo dos 5%.

 

Snodgrass (£6.0m)

Com apenas 4.2% das escolhas dos treinadores da Fantasy EPL, o escocês parece uma sombra do asset que na época passada sacou 152 pontos em 3050 minutos. No entanto atravessa um período de revival com 2g, 1a e 4bps nos últimos 6 jogos. Defrontar o Stoke nunca é fácil, mas os duros de Mark Hughes tem sofrido muito nas últimas deslocações. São já 6 consecutivas a sofrer golos.

 

Murray (£5.2m)

O grande goleador do Palace está de volta aos relvados depois de uma operação muito complicada ao joelho. Presente nos últimos 3 desafios, necessitou de apenas 129 minutos para voltar a festejar um golo – 30g em 41jgs em 2012/13. Tony Pullis deposita grande confiança neste striker, sendo de prever o seu regresso à titularidade frente ao Southampton. A observar com atenção...

 

Eto’o (£8.2m)

O Zé prefere utilizar o camaronês em Stamford Bridge. Dos 13 jogos a titular, 9 foram em casa (70%). Nestes apontou 6g, 4a e 12bps, o que lhe permite possuir uma média invejável de 7.22 pts/jg realizado em frente dos seus fãs. Sábado enfrenta os londrinos de Tim Sherwood, equipa que possui uma média de 1 golo sofrido por jogo desde a sua chegada ao comando técnico do Tottenham, naquele que é um clássico da capital inglesa.