O Fantasista
28
Fev

2014

Gameweek 28

Por O Fantasista

 

Como previsto no Verão de 2013, obter o acesso ao Wild Card para navegar as Double Gameweeks, em particular a GW31, seria um sonho! 

O Fantasista não conseguiu resistir, premindo o gatilho logo na GW6, e na nossa liga, 11para11, parece que só os Madeirenses Jonas Pereira e João Pestana se encontram em condições de lucrar “à grande” com o período congestionado que se prevê para esta ponta final da Premier League. Para os restantes é hora de programar como gastar da melhor forma as free transfers ao dispor, e perceber qual o momento certo para arriscar e gastar pontos através de um ou mais hits.

Colocar onze players em campo nas próximas duas jornadas será tarefa árdua. Esta semana contempla 8 jogos, sendo que Manchesters, Sunderland e West Brom estarão out of action, fruto da realização da League Cup Final no domingo - City vs Sunderland. Mas o pior surgirá na GW 29, devido a eliminatória da FA Cup, um autêntico pesadelo com somente 5 fixtures. O cenário torna-se ainda mais negro pois não teremos direito aos três melhores ataques da prova, dificultando substancialmente a escolha do Capitão.

Resumindo, nas GW 28 e 29, só oito equipas terão a felicidade de jogar por duas vezes, e sendo assim, este e o próximo post serão exclusivamente dedicados aos jogadores mais influentes desses mesmos teams. Não se iludam. A oferta é pobre, muito pobre. Entre Cardiff, Fulham, Crystal Palace, Southampton, Norwich,  Stoke, Chelsea e Tottenham temos apenas três equipas do Top 10, e cinco dos últimos sete classificados!

 

Fulham e Cardiff ocupam o fundo da tabela e são as piores da EPL no conjunto dos últimos seis jogos, entre ambos somente uma vitória. As chicotadas não funcionaram - o Fulham até já vai no terceiro Gaffer - e o ataque parece ser a única alternativa para resgatar a esperança de se manterem entre os graúdos. Richardson (£4.8m) é o man in form com 1g e 3a nos últimos 3 jogos. Excelente diferential com 0.2% de utilização na Fantasy EPL. O confronto com a armada defensiva do Zé está longe de ser apetecível mas a deslocação ao País de Gales, no terreno do Cardiff, será fulcral para as ambições do Fulham e da ex-futura-estrela do United. No Cardiff, Ole Gunnar terá que fazer algo e o mais certo será recuperar a táctica e os elementos que possibilitaram a reviravolta operada no jogo com o Norwich – a sua primeira e única vitória em 7 jogos ao comando dos galeses. É aqui que entra Bellamy (£4.6m). O homem da casa regressa após sanção disciplinar e deverá ocupar a posição JVP, o falso #9, nas costas ou ao lado de um dos strikers, Jones ou Campbell. Mais uma vez, o primeiro jogo, em White Hart Lane, não augura facilidades, mas a recepção ao Fulham é fundamental para as aspirações dos Malaios da cidade de Cardiff.

 

No sector defensivo existem duas equipas que continuam a oferecer excepcional valor: Norwich e Crystal Palace. O destaque vai para dois elementos já aqui referenciados muitas vezes, Ward (£4.2m) e Olsson (£4.3m). Tony Pullis conta com o lateral direito e até já o utilizou como médio defensivo, aumentando as possibilidades de retornos ofensivos e Bonus Points. Em casa, Ward e Pullis, contabilizam 4cs em 8jg. Mudança de flanco para um sueco que conta com 4cs consecutivas em Carrow Road, top form portanto. O Norwich viaja até ao campo do Aston Villa (não marca qualquer golo há 3 jogos), e recebe um dos piores ataques forasteiros da EPL, o Stoke, com apenas 10g em 14jgs. Em ambos os casos podemos esperar mais retornos defensivos deste par low-cost.

 

A intercalar as duas equipas analisadas anteriormente temos o Stoke City de Mark Hughes. A escadinha pontual na linha d’água está formada e qualquer deslize poderá ser fatal. Ao contrário, vencendo, colocarão certamente pressão nos restantes adversários. O escocês Adam (£5.8m) é a melhor pick dos duros de Stoke-on-Trent. Após alguma inconsistência no 1º terço do campeonato, conquistou a titularidade e nos últimos 11 jogos mostrou regularidade no ataque com 4g, 3a e 6bps. Os 2 jogos que seguem (ARS e @NOR) poderão confirmar a velha teoria de form over fixture.

 

Passamos ao Southampton onde a dificuldade surge precisamente no momento de escolher qual a melhor via a seguir: defesa ou ataque? 

Lambert (£7.2m) é a resposta! O striker inglês apontou 27pts nos últimos 4jgs, e sem qualquer concorrência, deverá lograr muitos minutos até final do campeonato. Rickie é fã do Liverpool, e nada como repetir a façanha do ano passado ao marcar frente à equipa que sempre apoiou. O team de Pochettino só não marcou em 4 dos 27 embates, e o Liverpool tem a 4ª pior defesa a jogar fora de Anfield. Como já sabemos, livres directos e penalties (33 consecutivos desde 2009) são a especialidade deste ponta-de-lança à antiga. 

 

Tottenham e Chelsea fecham as contas deste special, e curiosamente também se defrontam na GW29. No team do Zé, a consistência de Ivanovic (£6.5m) , o sérvio héroi em Amesterdão, é quase inacreditável: 49 pt em 5jgs! Dois derbies londrinos em sete dias parecem ser tudo o que este sérvio precisa, e neste momento talvez seja mesmo ele o jogador mais temível do Chelsea. Do outro lado da capital inglesa, já é oficial: Tim Sherwood salvou o Tottenham e a carreira de Adebayor (£8.4m). Em 11 jogos com o novo Coach apresenta 8g, 4a e 13bps. O togolês é um activo indispensável para esta jornada (CAR) e talvez uma das melhores opções para Capitão. No entanto, a sua aquisição não será tarefa fácil... nas 4 fixtures seguintes defronta 3 equipas do Top 4. Mesmo assim é o 3º na tabela de Transfers In desta semana.

 

PS - Na próxima semana prometo contar todas as aventuras do Fantasista em Stamford Bridge. Ainda deliro com o suposto toque da shin pad do John! Que swing pontual. Enfim, é Fantasy...