O Fantasista
09
Jan

2015

Gameweek 21

Por O Fantasista

 

Aí está uma das fases mais aguardadas da FPL, o Wild Card de Janeiro! Para muitos será o Coringa (versão brasileira Herbert Richers) e pode ser usado entre a GW20 e o final da GW23 (7 de Fevereiro).

Basicamente podes fazer um autêntico face-lift ao teu team, sendo que qualquer transferência realizada neste processo não será penalizada. Após activares o “cartão selvagem” convém não cometer o erro mais comum: vender jogadores que mais tarde quererás de volta. Desta forma poderás perder muito do teu team value.

Exemplo mais óbvio: Costa custou £10.5m (para quem o tem desde o inicio) e agora está avaliado em £11.2m, a venda seria sempre pela metade do lucro - £10.8m – e a com a futura recompra perderias £0.4m somente nesta brincadeira. Decisões firmes, sempre.

 

Entretanto estamos prestes a revitalizar duas equipas completamente perdidas no mundo da FPL – West Brom e Crystal Palace. Tony Pullis regressa à Premier e desta vez tem como missão salvar o clubes das Midlands. Em Londres, Alan Pardew, regressa ao ”seu” clube e tentará fazer exactamente o mesmo que Pullis fez na época transacta. Um senão, talvez não consiga ser o Coach of the Year...

Baseando-me nas próximas 8 gameweeks (10 Jan – 4 Mar) apresento em seguida seis alternativas a considerar fortemente para o WC de Janeiro.

 

Foster (£4.6m)
HUL, eve, TOT, bur, SWA, sun, SOU, avl

Tony Pullis, o grande reforço do WBA. Sabemos bem o que ele traz para a mesa: solidez defensiva, readquirir confiança e vitórias rumo ao top half da tabela. Ora, Foster será peça fundamental no novo xadrez. As fixtures apoiam a teoria, só falta deixar Pullis fazer a sua magia. Em breve poderá fazer sentido um double-up com Lescott ou McAuley.

 

Davies (£4.8m)
wba, whu, NEW, mci, AVL, QPR, sto, SUN

No KC Stadium, o Hull é uma das equipas mais previsíveis do campeonato. No ano passado 8cs contra os 10 adversários do bottom half, este ano 3cs em 5 jogos. Avizinham-se 4 recepções gostosas, altura para recrutar o capitão Davies, líder do famoso 3-5-2 de Steve Bruce. Ainda sem retornos ofensivos este é o defesa com maior probabilidade de alcançar bonus points, como comprovam os 4 obtidos nas últimas exibições caseiras.

 

Chadli (£6.4m)
cpl, SUN, wba, ARS, liv, WHU, qpr, SWA

As spotligths estão no seu colega Harry Kane, mas o Fantasista crê que é Chadli o verdadeiro gem da turma de Pochettino. O belga representa muito valor e com 5.6 pts/game só está atrás dos big-hitters Sánchez, Hazard, Fàbregas e Silva. O Tottenham está em franca recuperação e os próximos 8 jogos oferecem reais possibilidades de continuar a marcar big time. O objectivo passa por colocar os Spurs no Top-4, e Nacer é peça chave no próximo mês e meio.

 

Jonhson (£6.0m)
LIV, tot, BUR, swa, QPR, WBA, mun, hul

O ala preferido de Poyet parece lançado para mais uma excelente segunda volta - 3g e 1a (4bps) nas últimas 5 jornadas - e a qualidade dos opositores aponta para uma continuidade imediata. O canhoto é dono de todas as set-pieces, e como pudemos assistir no Etihad também assume, agora, os penalty kicks. Nas duas últimas época regista totais de 134pts (8g e 6a) e 146pts (5g e 9a). Adam promete e normalmente delivers!

 

Agüero (£12.3m)
eve, ARS, che, HUL, sto, NEW, liv, LEI

O “Maradona de pé direito” vai pelo menos marcar presença no bench de Goodison Park. Nada de novo para Agüero que marcou nas duas vezes que saltou do banco! O Everton está em dire straits e o pequeno argentino só tem uma coisa em mente: golos!!! Mesmo fora de casa, onde, antes da fatídica lesão, marcou 4 e assistiu 3. Após a deslocação a Stamford Bridge as fixtures tornam-o essencial.

 

Berahino (£5.4m)
HUL, eve, TOT, bur, SWA, sun, SOU, avl

Na última jornada, e depois de 10 blanks na EPL, colocou um prego na seca de golos. O dito ofereceu um saboroso ponto, ou não tivesse sido obtido num dos terrenos mais complicados da época, Upton Park. Não contente, sacou um poker na FA Cup. E não festejou um único golo! Craque. Será a novela em volta da possível saída para o Liverpool?!? Não sei. A verdade é que o mercado só fecha em três semanas e na dúvida continua in form. Os próximos 6 jogos parecem mel, ainda por cima numa equipa virada agora para o “fechadinho lá atrás e contra-golpe veloz”. Quem melhor que Berahino para tirar partido do efeito Tony Pullis?

 

PS: Eu sei, escrevi 5 vezes o nome do homem, mas ele é mesmo do melhor que a Premier oferece. Tony Pullis is back in town!