O Fantasista
31
Dez

2014

Gameweek 20

Por O Fantasista

 

Após umas Gameweeks 18 e 19 (as Vouzelenses) totalmente fracassadas – obrigado Giroud – decidi lançar-me na procura do melhor diferential.

O Fantasista estava perto de entrar no Top 20K, mas descarrilou para 38.675 na Overall. Esperançado num verdadeiro comeback em 2015, deixo-vos mais um grupo de atletas (todo abaixo dos 5% de utilização) completamente imune à rotação, e que deverá acrescentar aquela pitada extra de flair aos vossos teams.

 

Clark (£4.3m)

Titular há 8 jogos, cimentou o lugar com grandes exibições em frente às duas balizas, na defesa contabiliza 2cs, no ataque 1g e 1a! Neste mesmo período, e entre os defesas, apresenta o melhor registo em shots on goal (3) e um dos melhores em clearances succeeded (81). O Palace, em modo caretaker, chega a Villa Park já sem a dupla Jedinak e Bolasie, responsáveis por 13 (!) dos 20 golos marcados na EPL pelo ex-team do Neil Warnock.

 

Pieters (£4.6m)

Eu sei, é contra o "Knight"! Mas calma, o Stoke vem de 2 cleanies e ambas com contribuição decisiva do holandês (2bps em ambas). Na verdade sempre que esteve presente em shutouts, o canhoto sacou 2bps. É sem dúvida o maior punt da semana.

 

Cazorla (£8.2m)

Este pequeno mago espanhol continua a brilhar forte quando se afasta do conforto do seu Emirates – 2g, 2a e 8bps em 4 jogos. Vem aí mais uma deslocação, a Southampton, e Wenger precisará de toda a sua magia para bater o difícil oponente e regressar assim ao Top 4.

 

Coutinho (£7.6m)

Isto de referenciar players do Brendan Rodgers tem muito que se lhe diga, mas aquilo parece estar a funcionar novamente. Desta vez temos um 3-4-3 com um tridente ofensivo constituído por três vagabundos, todos eles classificados de médios na FPL. Step forward Philippe Coutinho, autor de 1g e 2a no último trio de matchs. A forma está do seu lado, e nada melhor que o lanterna-vermelha e segunda pior defesa Leicester, em Anfield, para agraciar a fixture.

 

Ings (£5.6m)

O camisola #10 deverá liderar mais uma vez a linha ofensiva que vai defrontar a formação com mais big chances conceeded no último conjunto de 4 jogos - 11. Uma vitória no primeiro dia do ano deverá colocar o Burnley fora da zona de despromoção e Danny Ings regista 4g, 3a e 7bps nos últimos 11 jogos. 

 

Carroll (£7.0m)

Marcou em 2 dos 4 jogos realizados no antigo Upton Park e prepara-se para apanhar um WBA em profunda crise... e managerless. A complexidade do confronto pode ser outra, tal como vimos no QPR-CPL de domingo passado, mas é um matchup bom de mais para ser ignorado – 14 golos nesta fixture em nas últimas 3 épocas.

Andy donkeys when he wants!