O Fantasista
01
Nov

2013

Gameweek 10

Por O Fantasista

 

Esta semana temos dois confrontos que opõem quatro dos seis clubes que se posicionam no top 6 da tabela classificativa da English Premier League. No entanto existem muitos jogos com potencial para retornos explosivos em termos fantasistas, onde destacamos os seguintes: Manchester City vs Norwich, Fulham vs Manchester United, Arsenal vs Liverpool e Cardiff City vs Swansea City.

Apesar das 8 clean sheets verificadas na GW9, a táctica mantém-se e voltamos a apostar num 3-4-3. Algumas novidades no onze, com principal incidência para alguns elementos que podem ser o tal diferential que necessitas para encetar (ou não!) uma recuperação, ou para cavar ainda um fosso maior para os teus rivais.

 

Goalkeeper

Na baliza recuperamos o holandês Vorm (£5.0m). O primeiro derby do País de Gales já fervilha e após 2cs consecutivas (mais 2pb) a confiança está no auge. Esta época, em 4 deslocações, garantiu 2cs! Como verificado nas picks da semana passada existem opções mais baratas na rectaguarda do Swansea, mas com a Uefa Europa League no horizonte, este é o único titular garantido no onze de Michael Laudrup.

 

Defenders

O matulão Davies (£4.5m) é a primeira escolha a figurar no trio defensivo da jornada. O Hull City prepara a recepção ao novo Sunderland de Gustavo Poyet, maquilhado pela fantástica vitória no Tyne-Wear derby, conseguida através do portentoso remate do italiano Borini (outro nome que nunca pensei escrever neste espaço). Mesmo assim, o plantel de Steve Bruce, e apesar de todas as lesões sofridas, em casa, só permitiu um golo em 4jg aos seus adversários. Curtis Davies contabilizou 1g, 3cs e 2pb nesse período – média caseira de 6.5pt/jg.

Segue-se um dos meus preferidos, McAuley (£5.4m)

(Ok, Suárez escavacou aquilo tudo! Não me custa nada admitir o erro crasso... Mesmo assim a dor não foi total, eu tinha-o na minha equipa (claro!). Mas para delírio de muitos não lhe dei a armband. Foi quase como arrancar um dente do ciso, daqueles inclusos em que precisas de três ou quatro pontos para fechar o buraco.)

O central preferido de Steve Clarke pode e deve aproveitar esta oportunidade, a recepção ao Crystal Palace, novo lanterna vermelha, para cimentar mais uma clean sheet e potenciar todos os problemas que a ex-equipa de Holloway demonstra na defesa de lances de bola parada, 11 dos 19 golos que já consentiu.

Lovren (£5.7m) é o líder na pontuação do sector defensivo (Gk e Def) com 58pt, sendo uma escolha natural para este fim de semana. A sua consistência é incrível, nas últimas 6 jornadas apresenta 1g, 5cs, 1 a e 4pb – 7.33pt/jg – inflacionando o seu preço em £0.7m. A visita a Stoke-on-Trent não poderia chegar em melhor altura, os machos de Mark Hughes (com os seus bigodes, pois já vamos estar a festejar o Mouvember) não marcaram nos últimos 3jg caseiros.

 

Midfielders

O middle of the park continua a mostrar imensa inconsistência, só dois centro-campistas marcaram mais de 6pt na GW9 - Osman e Schürrle.  Mesmo assim mantemos a aposta numa linha de 4, pois as fixtures indiciam facilidades para alguns dos mais conhecidos por estas bandas.

Oscar (£9.0m) lidera este sector pois é o mais pontuado dos quatro com 48pt. O artista brasileiro já marcou 4g em 9jg, o 2º melhor registo da EPL entre os midfielders. Pela frente terá o Newcastle treinado por Alan Pardew, o maior fã de José Mourinho. Os franceses mais britânicos da EPL levam 6jg consecutivos a sofrer golos, 12, curiosamente os mesmos que o Chelsea marcou nos últimos 5jg. Resta esperar que a possível conquista da liderança (nem que seja só por 4 horas) jogue a favor dos meninos de Londres, catapultando-os para mais uma exibição convincente.

O alemão de origem turca, Özil (£10.8m), é a estrela que se segue. Ganha lugar por evidenciar a seguinte stat: 2jg no Emirates, 29 pt! Com 2g, 3 a e 6pb nas duas exibições na EPL em frente ao fiel público dos gunners, o Liverpool pode estar em apuros. É que o team de Brendan Rodgers sofreu sempre golos nas últimas 6 jornadas, e 5g nas últimas 3 deslocações. 

Em representação do Manchester City, temos Silva (£9.3m) que recentemente regressou de lesão. A escolha recai no espanhol, e não em Yaya, exclusivamente por questões de taxa de utilização. Enquanto o costa-marfinense é propriedade de mais de 1 milhão de misters (36%), David Silva representa somente 5% do universo fantasista – um fantástico diferencial para a recepção ao Norwich City. Em 6jg, todos como titular, marcou 2g, assistiu 3 e conquistou 3pb. O clube de Ricky VW sofreu 4g na deslocação ao Arsenal, e mais 4 a meio da semana, na League Cup, em Old Trafford.

O dossier fica completo com o escalamento do mago do Benin, Sessègnon (£6.6m). Marcou na sua estreia pelo West Brom, e desde então, nos seguintes quatro jogos, apesar de ameaçador, não conseguiu materializar as suas exibições em pontos no mundo da fantasy. Agora recebe um Crystal Palace em claras dificuldades, que vem de 6 derrotas consecutivas com 15g sofridos. Lovely para os atacantes da equipa de Steve Clarke!

 

Forwards

Começamos as picks com o in-form Agüero (£11.4m). O City também não pode continuar a desperdiçar pontos, e após a derrota infantil em Stamford Bridge, esta é uma jornada importantíssima para a sua candidatura ao titulo. Sergio conta com 6g, 2 a e 8pb nas últimas 4 partidas. São 44pt a uma média estrondosa de 11 pt/jg, fazendo dele o claro candidato a capitão para esta gameweek. O team de Pellegrini venceu os 4jg disputados no Etihad, marcando 13g no processo.

Seguimos com Van Persie (£13.9m) que, finalmente, e após 2g em 2jg, parece recuperar a forma do passado. O seu próximo adversário será um Fulham que não poderá contar com o seu patrão, o gigante norueguês Hangeland. Esta deverá ser a jornada ideal para o United recuperar alguns dos pontos perdidos, e a exibição do holandês será, como sempre, o reflexo da performance da equipa. Não podem vacilar mais!

A fechar o 11, um case study. Desde a época 2010/11 que tenho tido alguma dificuldade em perceber o que se passou com este jogador. A verdade é que Torres (£8.3m), na sua versão final no Liverpool, já deixava transparecer o que aí vinha. A mudança para Londres não alterou rigorosamente nada, e nunca pensei que pudéssemos voltar a (re)ver o old Niño em ação. Mas eis que o Zé alterou o panorama! O espanhol parece mais compenetrado e aquele lance frente ao City funcionou como um flashback (sim, aquele tiraço da meia esquerda no ferro depois de sentar 2 ou 3). Será que é possível? Será mesmo?! Nada como uma visita ao St. James Park, entrar ao som da guitarra de Mark Knofler, com aquele “Local Hero”, e aplicar um brace ou mesmo um hatty. Um belo punt para os gamblers da liga 11para11!

 

Bench

Presente em todas as 5cs do West Ham, Demel (£4.9m) agora sobe nos cantos, e na última jornada esteve perto de se estrear a marcar ao serviço do clube de Big Sam.

Januzaj (£5.0m) regressou ao banco na recepção ao Stoke, mas foi essencial no comeback. Titular a meio da semana na posição #10 com 2 assists. Será que Moyes poderá continuar a prescindir dos seus serviços?

Sagbo (£4.9m), por motivos bem distintos, ainda não conseguiu realizar mais de 30min em qualquer dos 4jg caseiros, mas terá agora a sua oportunidade. Marcou ao Everton e esteve bem perto de fazer o mesmo ao Tottenham. Segue-se o Sunderland que sofreu em todas as partidas realizadas, com destaque para os 10g nos últimos 3jg fora.

 

Posta Mágica

Finalmente recuperado da lesão que o afastou da EPL durante cinco jornadas, Hernández (£5.8m) regressou aos relvados para uma breve aparição de 30min no empate a zero frente ao West Ham. Figura do Sawnsea na fase inicial, com 20pt resultantes de 1g, 2 a e 3pb, prepara-se agora para agarrar de novo a titularidade. E nada como o primeiro derby galês da história da EPL para voltar a deixar a sua marca. O Cardiff City só não sofreu golos em 1 dos 4jg que já realizou em sua casa, perspectivas ideais para quem acredita que os mais experientes sairão vencedores deste escaldante jogo. Domingo às 16h, Benfica TV2 HD (esperamos nós).

Desta vez sem o ice pack na tromba!