O Fantasista
26
Abr

2013

Duas de seguida

Por O Fantasista

 

 
No geral a semana passada correu apenas um pouco acima da média global mas um pouco abaixo do que era pretendido. no entanto a aposta em RVP ou Sessegnon como capitão deixaria-nos bem acima do que foi registado pela maioria. De realçar mais uma "posta mágica" em grande na semana passada, que deixou este Fantasista muito contente consigo próprio. Mesmo começando da pior forma, com Sturridge no banco, a sua entrada ao intervalo para 1g e 1a ainda valeu a pena. Em retrospectiva, estamos a acertar "semana sim, semana não", pelo que lá em baixo vão encontrar mais uma das boas, para ver se consigo quebrar esta cadência e acertar duas seguidas na mouche, o que nesta altura de decisões da época bem pode ajudar a fazer a diferença na classificação em ligas privadas.
 
Entre os postes escolho Hart ($6.8M), totalista com 15cs nos 33 jogos realizados e 9 em 16 jogos caseiros. É o líder da classificação pontual no seu escalão e nas últimas 3 partidas no Etihad conseguiu três exibições imaculadas, destacando-se na magra vitória frente ao Wigan (preview da final da FA Cup?). Para finalizar, o West Ham é a equipa da liga que menos golos marca fora do seu estádio.
 
Baines ($7.8M) é um daqueles que já não necessita de apresentações, 155 pts resultado de 5g, 7a, 8cs e 21pb. Recentemente conquistou 4cs em 6 jogos, juntando-lhe também uma cruza fantástica em formato de assistência para o golo de Jagielka em White Hart Lane. O seu adversário de amanhã não vence há 4 jogos marcando um só golo nesse processo.
Ao seu "lado" Luiz ($6.5M), que parece ser a opção mais segura na defensiva do Chelsea. Titular em 7 dos últimos 8 jogos da equipa de Rafa, tem ainda a possibilidade de jogar no meio campo defensivo ficando assim mais perto da baliza contrária. Detentor de um forte remate (grande golo @FUL), é o dono da marcação de muitos dos livres frontais da sua equipa. 1g, 2a e 3cs nos últimos 6 jogos representam uma média de 6.33 pts/jg, neste caso 7.4 pts/90min pois não jogou a jornada 31 (1-2 @SOU), curiosamente a única derrota nos últimos 6 desafios.
A terceira escolha defensiva recai em Vertonghen ($6.6M), que na sua época de estreia ocupa a 5ª posição na tabela dos mais pontuados do sector recuado. O belga visita o aflito Wigan, equipa que forçosamente terá que se lançar em busca dos 3 pts. A equipa de Martinez sofre muitos golos em casa, 32 em 16 jogos (2g/jg), e o ex-Ajax facturou três vezes nos últimos dois 2 jogos fora.
 
O sector intermediário está povoado de indivíduos com imenso talento. Bale ($10.5M) regressou no passado fim de semana, e logo com 1 golo e 1 assistência conseguindo assim o 11º retorno de duplo dígitos (em 29 jogos...). Nos últimos 10 jogos, 9g, 4a e 18 pb. Pouco mais há a dizer.
Nasri ($8.0M) recuperou a titularidade e nos últimos 4 jogos apontou 1g e 2a. Marcou também na taça frente ao Chelsea e com a possível ausência de Silva assume-se como o criativo mais em forma do City.
Em semana de jornada europeia, Mata ($9.9M) foi o sacrificado de ontem frente ao Basel, significando que será um dos titulares domingo no jogo diante do Swansea. O espanhol tem sido um dos mais regulares ao longo da época e nas últimas 3 jornadas contou com 3 assistências para aumentar o seu total, agora fixado em 186 pts. Curiosamente, todos os seus sets de duplo dígitos (5) aparecem fora de casa pois dos 10 golos só 2 foram apontados em casa e das 16 assistências apenas 6. No entanto, o pequeno génio está em divida e irá pela primeira vez na época cumprir. Em Stamford Bridge...
Por último temos uma das figuras da nova squadra de Paolo Di Canio. Sessegnon ($7.2M) é o seu trequartista e está em alta. 2g, 1a e 5pb nos últimos 2 jogos sublinham a sua importância. O confronto com o Villa será decisivo, sendo de esperar que o seu nome volte a figurar novamente no marcador.
 
O trio de strikers não traz muitas surpresas. Van Persie ($13.8M) recuperou a sua veia goleadora, aquela verificada no inicio da época. Nos últimos 3 jogos, marcou 5! E sim, o próximo adversário é o “seu” Arsenal. O tão esperado regresso de Van The Man ao Emirates pode ser decisivo para a luta entre o trio londrino no acesso directo à UCL.
Tévez ($9.1M) parece ser o único avançado do City com a titularidade assegurada, pelo menos enquanto Agüero se encontrar em duvida devido a mais uma lesão muscular. Com 4g e 6pb nos últimos 7 jogos, Carlitos terá grande probabilidade de continuar a adicionar ao seu pecúlio. O adversário, West Ham, deve sentir em demasia a falta das “suas” Bubbles (magia usada no Upton Park) pois é uma das piores equipas da EPL nos confrontos forasteiros.
A completar o trio temos a “posta mágica” da semana passada, o sobrinho do Dean e novo titular da frente ofensiva do Liverpool, Sturridge ($6.7M). Sem o castigado Suárez, o internacional inglês terá 4 jogos garantidos para continuar a mostrar a sua imensa qualidade. Rodgers foi astuto, mas veremos como se sente esta equipa sem o seu melhor marcador.
 
 
11 da Semana
Hart
Baines; Luiz; Vertonghen
Bale; Nasri; Mata; Sessegnon
Van Persie; Tévez; Sturridge
 
Banco
Begovic; Distin; Walters; Mirallas
 
Posta Mágica
Continuamos na senda dos avançados diminutos, escolhendo Defoe ($7.9M), dono de 11g, 5a e 10pb em 2196min (118 pts). Após a grande vitória da semana passada e de 4 jogos consecutivos com a árdua tarefa de aquecer o banco, Jermaine parece ter feito o suficiente para convencer Villas-Boas a restituir-lhe a titularidade. O Wigan é sem dúvida o adversário ideal, pois detém a pior defesa a jogar diante do seus fãs com 32 golos sofridos em 16 jogos caseiros. A finalizar, relembro-me de um escandaloso 9-1 (em que os jogadores do Wigan acabaram a reembolsar os seus adeptos dos custos da deslocação a Londres) em que o pequenino striker facturou 5! Vamos lá esfregar as mãos e esperar ansiosamente pelo kick-off de sábado...