O Fantasista
17
Jun

2015

A Ressaca Pt. 1.1

Por O Fantasista

 

Começa a fase do desmame!

Aqui está a competição ideal para curar a ressaca da RealFevr e da FPL, o Euro U21. Já fizemos esta brincadeira no passado, e com bons resultados, pelo que estamos de volta para defender o brilharete de 2013.

Uma competição bem diferente da habitual, aqui temos que pensar na perspectiva do grupo e das dificuldades que cada equipa encontrará.

Cada jornada terá 2 dias, cada um com 2 jogos. Sendo assim ajuda ter um plantel dividido em dois, com 7 ou 8 jogadores a jogar no primeiro dia e os restantes no segundo.

Convém também alocar os fundos de forma a que possamos acautelar e contemplar a eventual troca de capitães (caso a coisa corra mal no 1º dia).

(se isto te cheirou a déjà vu, tens uma bela memória... O Fantasista está a lidar mal com deadlines nos dias que correm e depois dá nisto.)

 

A bola começa a rolar já hoje (às 17:00 continentais), e não há tempo a perder. Como tal a minha análise também será mais curta do que o habitual. Serei conciso.

Uma pick por equipa.

 

GRUPO A

República Checa, o team da casa, oferece valor across the board. Destacamos o defesa Kadeřábek (4.5m). É um lateral bastante ofensivo, como comprovam os 4 golos e 4 assists em 25 jogos ao serviço do seu clube, o Sparta Praha.

Mais a Norte surge a Dinamarca, o melhor ataque (38 golos) na fase de qualificação. Dificilmente poderíamos ignorar o talento do centro-campista do Bayern München, Højbjerg (8.5m). Senhor habitualmente em control de todas as set-pieces, é o fio condutor da prolifica construção ofensiva dos nórdicos.

Sem grandes surpresas, a Alemanha lidera as odds (das casas de apostas) para vencer esta competição. Uma média fabulosa de 3 golos/jogo na fase inicial de qualificação, torna os alemães no 3º melhor ataque da prova. O striker Hoffman (11.0m) apontou 7 golos em 10 jogos. Candidato ideal a Capitain!

A selecção da Sérvia é sem qualquer sombra de dúvida a principal surpresa deste Europeu. Eliminou a bicampeã Espanha, colocando ao mesmo tempo um ponto final numa série impressionante de 35 jogos sem conhecer o sabor da derrota por parte dos nossos vizinhos. Jojić (7.0m) é um dos craques. O médio ofensivo do Dortmund será fundamental numa possivel qualificação destes dark horses.

 

GRUPO B

Finalista vencida da última edição, a Itália conta com a experiência avultada do seu keeper titular. Bardi (5.5m) sacou 3 clean sheets em 2013 e foi um dos responsaveis pela brilhante caminhada da squadra azzura. Os Save Points podem colmatar a falta de CS no chamado "Grupo da Morte".

Pela Suécia, Guidetti (10.0m) é claramente o pick of the bunch. O striker dos quadros do Manchester City facturou 10 golos em 17 jogos pelos sub-21. E como se quer, é ainda o designated penalty taker.

Os comandados de Rui Jorge contam com um lateral extremamente ofensivo, Guerreiro (4.0m). Escandalosamente under-priced, especialmente depois de 7 golos marcados em 31 jogos na Liga Francesa ao service do Lorient. Bom de mais para ser verdade...

Finalizamos em beleza. Southgate não tremeu e chamou mesmo Kane (12.0m) para defender as cores da Seleção Inglesa. A esperança é muita ou não estivessemos a falar da grande revelação da úlitma EPL. Só para relembrar: 31 golos em 51 jogos pelo Tottenham. O outro Captain!

 

Para poderes jogar na Liga do 11para11, junta-te a nós no site da UEFA utilizando o código 1266988-686900.

Boa sorte, boas escolhas e catch me if you can...