Curva Belíssima
17
Set

2013

Série B Italiana 0, Sporting 2

Por Luís Pires

 

Depois do empate com o Benfica e de uma paragem para ver jogar o Cristiano REInaldo (ou selecção nacional, cada um chama-lhe o que quer), que foi mais prejudicial que outra coisa, o Sporting lá voltou a ganhar.

No Algarve, o leão foi ganhar ao Olhanense (sim, sim, a equipa do Faisal, já lá vamos), sem brilho, mas com mérito. E com garra e esforço, que é coisa que, já se percebeu, vai alimentar a equipa durante a época, colmatando (espera-se) algum requinte futebolístico que nos falta em comparação com os outros grandes (e não, adeptos do Braga, vocês não estão incluídos neste lote).

 

A história do jogo conta-se em poucas palavras: a jogar contra uma equipa da Série B – fruto do investimento feito por um italiano que não se importa com a cor do cabelo do Abel Xavier, perdão, Faisal -, o Sporting cumpriu serviços mínimos. Numa primeira parte frouxa e sem grande entusiasmo, conseguimos ter duas ou três boas ocasiões para marcar (ai se aquela espécie de bicicleta do Montero entra...) e não nos livrámos de dois sustos, ambos com falhas do Maurício (alguém acredita que aquilo é central para o Sporting?), um salvo por São Patrício e outro pela barra.

Na segunda parte entrámos bem e resolvemos o jogo em dez minutos. E sim, adeptos do Porto que festejaram o título com um golo do Maicon ao Benfica em fora-de-jogo, o Montero está offside. Mas coisa pouca, não são cá dois metros (não é, Maicon?). O segundo golo, que foi limpinho, limpinho, deu-me um prazer especial. Não só pela cena do “ok, está feito”, mas também porque foi a estreia do André Martins a marcar. É a terceira época do puto na equipa principal e tem de começar a afirmar-se e a melhorar alguns aspectos – a finalização é um deles -, para poder dar o salto de promessa para bom jogador.

Depois, foi só gerir a coisa, conter um Olhanense sem forças para dar a volta, estrear o talhante de Paços de Ferreira, ver o Carrillo entrar sem vontade de fazer a ponta e dar minutos ao Rinaudo, não vá o diabo tecê-las e o Willam "Vieira" Carvalho lesionar-se.

 

A propósito dos últimos 20 minutos do jogo, o comentador da SportTV (um mija na escada qualquer, nem sei quem era, vamos chamar-lhe “mente iluminada #1”) queixava-se de que o Sporting devia estar a fazer mais e se tinha acomodado e que no dia anterior tinha visto o Everton a ganhar 1-0 ao Chelsea e nos últimos minutos não defendeu, atacou, e que os adeptos do Sporting mereciam mais e blá blá blá. Oh mente iluminada #1, a malta quer é ganhar e ter a coisa controlada. Por mim, podiam passar os últimos 20 minutos a chutar para fora do estádio todas as bolas que o delegado de jogo tivesse levado para o relvado. Nem sequer vou entrar na onda do “ah, já estão a pressionar e a querer mandar bocas ao Sporting, a arranjar defeitos”. Acho que não é isso. Acho que o comentário foi só parvo.

Nota ao "mente iluminada #1": quando achares uma coisa, lembra-te que se fosses mesmo bom nessa coisa da táctica e gestão de uma equipa estavas lá em baixo, a treinar. Não é difícil, a sério, até o Costinha lá anda...

 

O próximo jogo é com o Rio Ave, em casa. Num jogo que promete ser difícil – pá, o Nuno Espírito Santo surpreendeu-me muito como treinador, querem ver que o gajo é uma espécie de Zenga? –, estou curioso para ver quantas pessoas vão estar em Alvalade. Isto quando as coisas começam a correr bem – sobretudo depois de tantos anos a correrem mesmo mal – entusiasma uma pessoa. Até já se consegue dizer de peito cheio “sou do Sporting”! Eh, caraças, sabe mesmo bem.

 

Factos

 - O Montero leva seis golos em quatro jogos. Que cena é esta da Colômbia com bons avançados? É da coca?

 - O André Martins teve um jogo que não foi nada de mais, mas acabou por fazer golo e assistência. É isso, puto!

 - Adrien = garra, mesmo quando joga pouquinho.

 - O Maurício é uma nódoa. E nem é daquelas pequenas, que dá para disfarçar. É daquelas grandes, de vinho, que já não saem. Leonardo, embora aí apostar numa dupla de putos?

 - O Dier jogou muito bem, sobretudo tendo em conta que tinha o Maurício ao lado. Gosto mesmo deste puto.
 
 - O estádio tinha imensa gente. Não sabia que ainda estava tanta malta de férias no Algarve.
 
 - O Bruno Carvalho está apaixonado pelo Leonardo Jardim, eu bem vi os sorrisos que lhe deitou durante o jogo.

 - Em Olhão há um investidor italiano que colocou meia Série B na equipa. Está explicado o porquê do Olhanense ter como treinador o único guido português.

 - Um mafioso qualquer pisou o Capel e devia ter visto vermelho, não se queixem do offside.

 - Depois da Fiorentina na pré-época, o Sporting voltou a despachar outra equipa italiana. Ciao ragazzi.