Área Técnica
20
Ago

2013

Remodelações II

Por Alberto Carvalho


Para a construção de uma equipa é necessário uma ideia de jogo, recrutar um treinador que preconize um modelo de jogo que vá ao encontro dessa ideia de jogo e jogadores que sejam capazes de expressar e que se expressem nesse jogar.

O recrutamento de jogadores é um processo que pode ser desenvolvido por diferentes vias predominantes. A via financeira, a via formativa ou por um misto de ambas. Em qualquer dos casos o sucesso desportivo é condição imprescindível para o sucesso financeiro.

 

O Anderlecht é claramente um clube que desenvolve a sua acção na terceira via. Aposta claramente numa vertente formativa, com a promoção de jovens jogadores oriundos da formação e também no recrutamento de jovens valores tendo em vista o seu desenvolvimento e posterior venda, após o respectivo período de maturação/valorização, quase sempre suportado pelo sucesso desportivo – 3 campeonatos nas últimas 4 épocas.

Analisemos então a sua balança comercial. As duas principais transferências renderam €15.5M. O argentino Lucas Biglia, uma das referências da equipa, chegou em 2006 por €3.5M e saiu para a Lazio por €5.5M. Mbokani, após 2 épocas no clube, adquirido ao Mónaco por €3.0M, sai por €10.0M para o Dynamo Kyiv.

No que diz respeito a aquisições, os belgas centraram o seu investimento em 3 jogadores, pelos quais despenderam €9.0M. Pelo médio sérvio Luka Milivojević, ex-Crvena zvezda de Belgrado, pagou €3.0M, ocupando já a vaga deixada no meio campo por Biglia. Em Frank Acheampong, jovem ala esquerdino que brilhou no último mundial Sub-20 pela seleção do Gana, investiu €1.0M, que para já retribuiram 2 golos em 3 jogos. A sua grande aposta é o jovem ponta de lança campeão europeu Sub-19 pela Sérvia, Aleksandar Mitrović, pelo qual pagou €5.0M ao Partizan de Belgrado.

Na zona criativa do meio campo, atrás do avançado argentino Matías Suárez, actuam dois jovens oriundos da formação, ambos presentes no último Torneio de Toulon. Dennis Praet, 19 anos, é um médio ofensivo que na época passada, ainda com a idade de júnior destacou-se na equipa principal. No flanco direito, actua Massimo Bruno, também com 19 anos e actual melhor marcador da equipa com 4 golos em 4 jogos.

 

A equipa belga é sem dúvida alguma mais uma equipa a acompanhar ao longo da época, não tanto pela qualidade do seu jogo, mas sim por aquilo que os seus jovens jogadores prometem vir fazer. Aguarde-se então!

 

 

Alberto Carvalho é um Treinador de Futebol que colabora regularmente com o 11para11. Escreve desde 2007 no "Bola Mesmo Redonda" e debruça-se sobre todas as vertentes do Beautiful Game.