A Selecção
13
Jun

2014

WC2014 - Grupo B

Por 11para11

 

Espanha, Chile e Holanda. Três selecções para dois lugares. A actual campeã, a equipa mais hyped do torneio e a menos hyped. E ainda a Austrália, o punching bag do grupo.

 

1. Quem segue em frente no Grupo B?

Bernardo Sousa (O Cantinho da Mágica) - Espanha e Chile.

Fantasista (O Fantasista) - Espanha e Chile. Chile em primeiro.

José Miranda (A Selecção) - Espanha e Holanda. No grupo com a maior complexidade táctica do Mundial, a falta de frieza chilena será o início da sua derrocada. Isso e as aparentes limitações físicas de Arturo Vidal.

Nuno Oliveira (A Selecção) - Espanha e Chile. Ou Espanha e Holanda. Não. Espanha e Chile.

Tubarão (O Tubarão) - Espanha e Chile. Apesar de alguma veterania, a Espanha continua recheada de grandes talentos e, em relação aos sul-americanos, é das equipas na qual deposito mais esperanças. Habituada ao clima, com um estilo de jogo muito ofensivo e com grandes executantes têm tudo para suplantar as “tulipas”.

 

2. Qual será a maior surpresa?

BS - A eliminação precoce da Holanda aos pés de Alexis Sánchez e companhia.

F - A passagem do Chile em primeiro.

JM - O novo modelo de van Gaal na Holanda, com van Persie em cunha e Robben solto no apoio.

NO - O Chile não perder com a Espanha e obrigar os espanhois a terem que jogar a sério com a Austrália.

T - Torres vai ser o avançado espanhol com mais minutos de jogo. Del Bosque costuma ser fiel aos que o serviram bem no passado.

 

3. E qual será a desilusão?

BS - A desilusão será a Holanda, que irá para casa a pensar o que poderia ter sido se Kevin Strootman pudesse ter estado presente.

F - A passagem da Espanha em segundo.

JM - A indiferença da utilização de Diego Costa no modelo espanhol. Ou não termos a possibilidade de ver Arturo Vidal no seu melhor.

NO - A Holanda. Só faz pontos com a Austrália.

T - O Chile vai dar muitos problemas mas acaba em 2º, não evitando assim o Brasil e todo o seu “poder” nos oitavos.

 

4. Este Grupo merece a minha atenção porque...

BS - Pela amálgama de amor à posse de bola entre o Chile e a Espanha.

F - Para perceber quais as tácticas que van Gaal poderá vir a empregar no Man United e como lida com o Robin, por causa das implicações na Fantasy da EPL.

JM - Todos os pretendentes à passagem necessitam golear os pobres australianos, já a prever possíveis e prováveis desempates no final dos jogos do grupo.

NO - A presença do defending champion é suficiente.

T - Pelas interessantes questões tácticas. A Espanha vai voltar a entrar sem 9 clássico? Van Gaal vai cometer a traição nacional de abandonar o 433? O Chile vai ter a “coragem” de manter a sua filosofia ultra-ofensiva frente às equipas europeias?

 

5. Quem é o jogador a não perder no Grupo B?

BS - Diego Costa, jogador que será sempre notícia mesmo que não saia do banco... o Macauley Culkin dos nossos tempos, o novo "Sozinho em Casa"...

F - Alexis Sánchez. Para ver quem ganha o confronto Alexis-Jordi.

JM - Arjen Robben. Finalmente solto e nas costas do avançado, terá finalmente a liberdade que sempre pediu em todos os clubes onde jogou colado a uma faixa.

NO - Iniesta. Como muitos barcelonistas chega mais ou menos fresco ao Mundial.

T - Alexis Sánchez. Pouco apreciado em Barcelona, este rápido e perigoso chileno brilha quase sempre ao serviço das cores nacionais. É a grande referência atacante e julgo que tem boas hipóteses de ser figura na prova.