A Selecção
28
Mai

2014

Hiatos

Por José Miranda

 

hi·a·to (hiatus)

  substantivo masculino

1. Interrupção entre dois acontecimentos. Intervalo.
2. Falha, lacuna.
3. [Anatomia]  Fenda.

 

Desde 9 de Maio que não "ouviam" de nós. E desde o final de Abril que a regularidade já não tinha sido a mesma. Esta interrupção entre dois artigos foi a maior desde que embarcámos definitivamente neste projecto e apesar de serem menos de 20 dias de intervalo, a nós parece-nos que já foi há meses.

O desgaste de uma época longa, a primeira a fazer isto com a regularidade que um leitor necessita ao invés de irmos escrevendo ao nosso ritmo, aliado à monotonia das duas últimas jornadas, em que muito pouco existia por decidir salvo um lugar de descida que há muito parecia destinado e que com maior ou menor agitação se veio a verificar, inerciou-nos até esta falha.

Vieram ao de cima as lacunas da experiência, do já ter estado lá antes e de como lidar com isso. Também é preciso estar-se lá para ver como é que é e poder contar como foi. Comiserações à parte, chegámos ao final stretch em pior estado que um plantel do JJ. É a verdade e não há como escamoteá-la. Resta tirar ilacções duradouras sobre este momento e transformá-las em algo construtivo.

 

Finalmente de volta de umas mini-férias italianas, quase perfeitas, retomamos o ritmo habitual, com as mudanças necessárias para garantir que um hiato deste género não volta a acontecer. Aproveitamos o início da Silly Season e o arrumar de casa que vai por muitos desses clubes país fora para fazer o mesmo.

Tal como num clube, o Editor foi o primeiro a saltar. Para criar aqui, neste momento, uma fenda com o que já foi feito, recrutámos para o seu lugar um profissional do ramo, não só para estabelecer uma maior disciplina entre a multidão de escritores, criativos mas rebeldes, mas também alguém que mudasse a cor da linha editorial, para garantir que a imparcialidade continua a reinar, com uma liderança rotati. Assim, e durante os próximos tempos, o lápis passa a ser mesmo azul.

À semelhança do ano passado, estamos atentos ao rol de nomes que estão a ser lançados e a contabilização anual já começou. Illarramendi é o cabeça de cartaz até agora, os sérvios continuam na moda e a nossa press tem estado ao seu melhor, começando fortíssima. Nós também andamos no mercado e temos novo talento para apresentar em breve.

 

Também de volta estão os 11's do ano, agora que recuperámos o Especialista de um empréstimo de uma época a um emblema do principal escalão. Os novos gadgets, a film room em que passou os últimos 10 meses e o acesso ilimitado a futebol do mundo inteiro acalmaram-lhe o espírito e trouxeram-no de volta mais "domado" e mais pronto a coexistir na redacção durante o summer break. Continua a preferir o PES ao FIFA.

Para o final, falta pouco para o Mundial 2014 iniciar no Brasil e além de tudo o resto também o Fantasista, depois do brilharete no Euro U20 do ano passado, e o Tubarão, em forma depois de um final de época de sonho, vão dar aquela atenção extra aos acontecimentos em Terras de Vera Cruz.

Como vêem, estamos frescos, estamos fortes.

Estamos de regresso...